Quando o assunto é 5G, o Brasil ainda está atrás dos países onde a tecnologia já está em uso. Dentre os que mais usufruem da conexão está está a Coreia do Sul, onde os usuários ficam conectados em uma rede 5G em 28,1% do tempo.

Em seguida, estão: Arábia Saudita (26,6%), Kuwait (26,3%), Hong Kong (25,3%), Estados Unidos (20,8%), Tailândia (18,3%), Taiwan (15,8%), e Itália (14,9%). Os dados foram levantados pela Opensignal, empresa independente especializada em análise móvel, e publicados pela consultoria Statista.

publicidade
5g
O 5G está chegando no Brasil, mas já é realidade em diversos países; confira quais são. Créditos: Dilok Klaisataporn/Shutterstock

Ainda que existam esses países com predominância do 5G, a análise significa apenas que, na prática, a população desses locais passa boa parte do tempo conectada a uma rede com a conexão disponível – mas não o tempo inteiro.

Ou seja, embora estejam mais adiantados na implementação da tecnologia, o analista Florian Zandt, da Statista, ressalta que “de acordo com a Opensignal, todos esses países ainda têm um longo caminho a percorrer no que diz respeito à ampla cobertura 5G”.

Leia também!

5G no Brasil

No Brasil, o 5G ainda é uma promessa que tende a gerar muitos frutos, mas ainda está no campo da implementação, mas com expectativas de possibilitar a “conectividade e digitalização de todo tipo de ambiente, como fábricas, indústria de alta tecnologia, transporte público, saúde ou educação”, como definiu Tiago Machado, diretor do Grupo Setorial de Telecomunicações da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), em entrevista recente ao Olhar Digital News.

Para o executivo, o 5G é mais que uma tecnologia e se trata, na verdade, de uma “plataforma de inovação” que deve trazer melhorias. “O tempo de resposta é reduzido, possibilitando controlar uma máquina ou qualquer tipo de aplicação a distância”, explicou, ainda na mesma entrevista.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) marcou o leilão do 5G para o dia 4 de novembro, criando ainda mais expectativa para a chegada da tecnologia do Brasil. Segundo o órgão, a rede deve começar a funcionar até julho de 2022.

Algumas cidades brasileiras já possuem o 5G DSS, uma versão “light” da tecnologia que utiliza faixas de radiofrequência, redistribuindo essas faixas que são utilizadas na rede 4G, mas a verdadeira tecnologia 5G ainda não está disponível no país.

Créditos da imagem de destaque: jamesteohart/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!