A fabricante vietnamita VinFast está migrando para os mercados da Europa e da América do Norte para competir com as gigantes de carros elétricos já no primeiro semestre de 2022.

A empresa, que está ingressando nos Estados Unidos, Alemanha, Canadá, França e Holanda, alega ter contratado especialistas de desenvolvimento e mercado que trabalharam na Tesla, BMW, Porsche, Toyota e Nissan. Os planos da montadora são de integrar nos mercados com dois lançamentos — os VF e35 e VF e36 — a partir de março do ano seguinte.

publicidade

Subsidiária da VinGroup, a meta da empresa é vender entre 160 a 180 mil automóveis elétricos em um ano só nos Estados Unidos, um número que corresponde a 1% das vendas gerais do setor no país, de acordo com a Nikkei Asia. A VinFast aposta que boa parte das suas aquisições no mercado norte-americano tenham uma raiz levemente patriótica: a mesma porcentagem é o equivalente da população vietnamita no país.

A fabricante vietnamita espera atrair a atenção do mercado já no mês que vem, com a exibição de um dos modelos posteriores, ainda não anunciados, junto ao seu primeiro topo-de-linha, o SUV de cinco lugares VF e34. O utilitário possui motor único, de 147 cv, e autonomia de 285 km com carga única.

VinFast quer ser a referência de carro elétrico para vietnamitas

SUV VF e36 da VinFast
Investindo até em bateria própria, VinFast quer ser a referência nacional dos vietnamitas em carro elétrico (Imagem: Divulgação/VinFast)

Além da ingressão no mercado ocidental de carros elétricos, a VinFast está planejando abrir o capital para investidores, organizando uma primeira rodada de oferta pública inicial. A fabricante aposta que sua entrada agressiva no mercado, desde a inauguração, em 2017, chame a atenção de stakeholders na aquisição de investimentos.

O grupo começou suas atividades em parceria com a fabricante italiana Pinnifarina, desenvolvendo dois modelos à combustão interna para o mercado vietnamita. Posteriormente, um contrato com a GM fez a empresa produzir seu terceiro veículo — o Fadil — nas fábricas de Hanoi, resultando em um carro muito similar ao Chevy Spark.

Ainda este ano, a VinFast deve levar o VF e34 ao Vietnã, sendo o primeiro carro elétrico do mercado local. O preço estimado é de 690 milhões de Dong (pouco mais de R$ 140 mil, na conversão de hoje, sem tarifas).

O valor, relativamente baixo para a categoria, se dá no fato de que a empresa está criando sua própria linha de produção até para baterias, chegando a injetar US$ 400 milhões em uma fábrica própria, na província de Ha Tinh. Os próprios componentes também são mais baratos: a liga será de lítio e fosfato de ferro, que não exige a mineração de materiais escassos, como o cobalto.

No entanto, os números não ajudam muito a empresa: a VinFast vendeu cerca de 30 mil automóveis em seu país natal no ano passado — 10% da fatia total do país, porém muito abaixo de sua meta de 250 mil. A Viet Capital Securities estima que os retornos da empresa ao VinGroup devem ocorrer a partir de 2026.

Imagem: Divulgação/VinGroup

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!