Um casal canadense resolveu transportar uma casa inteira (inteira mesmo) por um lago. E deu quase tão certo quanto parece que ia dar: por pouco, o par não acabou ficando sem teto. Daniele Penney e Kirk Lovell, da pequena cidade de McIvers, no Canadá, apesar do susto, conseguiram fazer o imóvel centenário atravessar quase um quilômetro pelas águas.

A casa dos sonhos

Penney ficou de olho na grande casa antiga durante anos. Ela sempre falava sobre como o imóvel era lindo, com um design de conceito aberto, tetos baixos no andar de cima e até uma pia velha de porcelana era parte de seus desejos.

publicidade

Porém, a moça não conseguiu comprar a casa quando toda a propriedade ficou à venda, e que acabou sendo comprada por outras pessoas. Quando Penny soube que o plano dos novos proprietários era demolir o imóvel, ela conversou com eles e conseguiu que a casa fosse transportada para seu próprio terreno, a cerca de um quilômetro do local.

O problema era que o móvel não podia ser movido por terra, devido a linhas de alta tensão na comunidade. Foi então que surgiu a ideia de transportar a antiga casa pelas águas, usando escavadeiras e barcos dóris (pequenos barcos de pesca, de fundo chato, usados também como barcos auxiliares de embarcações maiores nos mares do norte).

casa sendo movida por uma escavadeira
Imagem: Reprodução/Daniele Penney/Facebook

Uma escavadeira levou a casa até a água, com o imóvel sendo colocado sobre uma estrutura com rodas. Esse processo durou uma semana, com barris de plástico e isolamento de isopor fazendo a vez para a flutuação do imóvel sobre o lago.

Problemas no motor

O dóri de Lovell começou a puxar a casa, sendo acompanhado de outros dois barcos. Durante o trajeto, já sobre o lago, a pequena embarcação do rapaz teve um problema no motor, com o imóvel perdendo o impulso para a frente, começando a se encher de água e a se afundar).

Usando o remo, Lovell conseguiu chegar à costa e pulou em outro dóri, conseguindo um grande reforço dos membros da comunidade. Rapidamente, vários dóris surgiram, salvando a casa que estava “se afogando”.

Daniele Penney and Kirk Lovell’sResettlement of Miss Harper’s Home, McIvers.

Publicado por Keith Goodyear em Segunda-feira, 11 de outubro de 2021
Reprodução: Keith Goodyear/Facebook

O imóvel chegou ao outro lado, são e salvo, sendo retirado e levado até o novo terreno com o auxílio de outras escavadeiras. Todo o processo levou menos de 5 horas para ser concluído. Os danos causados no imóvel ​​pela água foram mínimos.

Para secar a casa, foram usados ventiladores e um fogão a lenha. Ao que tudo indica, não há problemas com podridão ou mofo no imóvel. Graças a todos os equipamentos usados e, principalmente, a uma comunidade muito prestativa, a casa dos sonhos de Penney está em seu devido e novo lugar.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.