A Volkswagen revelou nesta quarta-feira (3) em apresentação online o ID.5, seu primeiro SUV-cupê elétrico. O modelo chegará às concessionárias da Europa e do Reino Unido no primeiro semestre de 2022 e estará à venda por cerca de 55,4 mil euros (em torno de R$ 365 mil, sem taxas de importação). Ainda não há previsão de quando o modelo chegará ao Brasil.

Baseado na plataforma MEB, a mesma que estrutura o ID.4, o ID.5 teve a aerodinâmica aperfeiçoada e um leve ganho na autonomia — agora chegando a 520 km, dois a mais que o antecessor. A capacidade de recarga é também levemente superior ao ID.4, com o SUV-cupê atingindo 80% da bateria em 26 minutos, nove a menos do que a antiga geração.

publicidade

Por fora, o Volkswagen ID.5 é caracterizado por linhas limpas e elegantes, com a grade dianteira posicionada na parte inferior da frente acima do logotipo da marca. Este último é atravessado por uma faixa de luz com os faróis IQ.Light LED. A lateral possui um perfil musculoso, acomodando rodas de liga leve de até 21”, enquanto a linha do teto panorâmico se prolonga até o spoiler traseiro integrado.

Internamente, o ID.5 traz uma versão atualizada do sistema de infoentretenimento com uma tela touchscreen que promete tempos de reposta mais rápidos. Fora isso, a cabine do SUV-cupê segue muito parecida à do ID4, exceto por uma redução de 12 mm no espaço traseiro da cabeça e um porta-malas mais curto.

Volkswagen ID.5
Espaço interno do Volkswagen ID.5 (Volkswagen/Divulgação)

Três níveis de desempenho

A Volkswagen fornece três opções de motorização para o ID.5, todas elas com uma bateria padrão de 77 kWh. O modelo de entrada ID.5 Pro apresenta um motor elétrico de 174 cv (128 kW) no eixo traseiro, com tempo de aceleração de 0 a 100 km/h em 10s4 e velocidade máxima de 158 km/h.

A variante intermediária ID.5 Pro Performance conta com uma potência de 204 cavalos (150 kW), enquanto a ID.5 GTX traz tração integral, com um motor elétrico no eixo dianteiro e outro no traseiro. Ambos entregam uma potência máxima de 299 cavalos (220 kW), com aceleração de 0 a 100 km/h em 6s3 e velocidade máxima de 180 km/h.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!