A Black Friday ficou muito famosa pelos descontos imperdíveis em diversos setores do comércio, no entanto, o ano de 2021 vai ser desafiador para os consumidores devido a inflação e alta dos juros. O cenário anda preocupando os brasileiros que, neste ano, começaram a realizar o levantamento de preços de produtos que desejam comprar com seis meses de antecedência.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo MindMiners, 25% dos consumidores começaram a procurar o valor dos produtos seis meses antes da Black Friday, enquanto outros 28% iniciaram as pesquisas três meses antes da data.

publicidade

Leia também!

De acordo com o estudo, 53% dos clientes utilizam sites de acompanhamento de valores, outros 50% em sites das empresas donas dos produtos, 28% preferem acompanhar os valores pelas redes sociais e lojas físicas, já 23% optam por receber alertas de e-mails.

“A gente nunca imagina que o consumidor vai pesquisar com tanta antecedência, mas tudo isso é pela desconfiança – se vai haver o desconto e se vai valer a pena comprar na Black Friday”, disse Katlyn Mallet, analista de marketing da MindMiners.

Black Friday
Black Friday: estudo aponta que consumidores estão buscando descontos com mais antecedência. Imagem: PopTika/iStock

A pesquisa foi realizada com consumidores de 18 a 80 anos das classes socioeconômicas A, B e C. Cerca de 48% dos entrevistados relataram que sempre compram produtos na Black Friday e continuarão comprando em 2021.

Apesar da expectativa dos clientes, a Confederação Nacional do Comércio (CNC) acredita que a Black Friday deste ano deve ter um faturamento de R$ 3,93 bilhões, acima do resultado de 2020 (R$ 3,78 bilhões). O faturamento representa um crescimento de 3,8%, no entanto, quando a inflação acumulada no período de 12 meses é descontada, encontra-se uma queda de 6,5% no volume de vendas.

“Mesmo quem tem condição de consumidor, tem dificuldade (em comprar) porque enfrenta uma inflação de quase 11% ao ano”, disse o economista da CNC, Fabio Bentes, ao portal G1.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!