Uma pesquisa divulgada no último domingo (14) revela que os números do Grande Prêmio de São Paulo foram positivos em 2021. O evento, que ocorreu da última sexta-feira (12) até domingo (14), movimentou nos três dias de duração R$ 549,2 milhões, segundo o levantamento da SPTuris (Observatório de Turismo e Eventos da São Paulo Turismo).

Considerando os gastos dos turistas que visitaram a capital paulista no fim de semana, englobando hospedagem, transporte, alimentação, compras e lazer, a média foi de R$ 4.545,57 — um salto de 54,4% frente a 2019, ano em que o GP movimentou R$ 361 milhões. 

publicidade

A pesquisa também revela outro resultado importante. O evento gerou 8,2 mil empregos temporários em São Paulo. O setor de turismo saiu na frente no número de vagas disponíveis.

Hamilton, assim como Ayrton Senna, comemorou a vitória com do Grande Prêmio de São Paulo com a bandeira do Brasil a bordo.
Hamilton, assim como Ayrton Senna, comemorou a vitória do Grande Prêmio de São Paulo com a bandeira do Brasil a bordo. Imagem: Fórmula 1/Divulgação

Segundo os organizadores, a corrida bateu outro recorde de 10 anos em ingressos vendidos: foram mais de 150 mil este ano. No total, o público que foi até ao Autódromo de Interlagos no último final de semana foi de 181.711 pessoas.

Por fim, vale lembrar que o tradicional GP brasileiro foi cancelado em 2020 por conta da pandemia. Na edição deste ano, quem venceu foi o piloto inglês Lewis Hamilton, da equipe Mercedes.

Via: CNN

Veja também

Estado de São Paulo foi o 1º a atingir 70% da população totalmente imunizada

Um dos fatores que motivou a realização da corrida com público em 2021 foi o avanço da vacinação no estado de São Paulo, que atingiu na semana passada a marca de 70,96% da população completamente imunizada contra a Covid-19 — o primeiro estado a atingir a estatística no Brasil. 

Considerando apenas a população acima dos 18 anos, São Paulo registra 90,11% de taxa de imunização completa. O índice geral do Brasil aponta que 56,52% da população está totalmente vacinada, o que corresponde a 120 milhões de brasileiros.

Imagem principal: Image Craft/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!