A Black Friday é na sexta-feira (26), no entanto, os brasileiros já estão procurando há tempos os produtos que pretendem comprar na data conhecida pelas promoções imperdíveis. Neste ano, uma pesquisa do plataforma Pelando – que reúne promoções de grandes e-commerces – apontou que o produto mais procurado é o iPhone.

De acordo com o site, o celular da Apple lidera as buscas entre os 2 milhões de alertas de desejos cadastrados pelos usuários. Porém, os celulares não lideram a lista das intenções de compras.

publicidade

Leia também!

Entre os 350 usuários entrevistados pela plataforma de promoções, 71,4% deseja comprar aparelhos eletrônicos, 57% computadores e games, 38,3% celulares e smartphones e 33% de eletrodomésticos.

Os voluntários da pesquisa ainda afirmaram que vão investir mais nesta Black Friday do que na do ano passado. O ticket médio varia entre R$ 1 mil e R$ 2 mil para 2021. A maioria (84%) pretende comprar produtos por meio de lojas on-line, enquanto outros 16% acreditam que vão comprar em lojas on-line e físicas.

iphone widgets 
iPhone é o produto mais procurado para a Black Friday. Imagem: Shutterstock

Black Friday: mesmo com descontos menores, varejo pode faturar R$ 5,5 bi

Especialistas apontam que a Black Friday enfrenta novos desafios, como a inflação e a taxa de juros nas alturas. Dupla que por si só já influencia na decisão de compra do consumidor em outras ocasiões.

Em meio a esse cenário de crise, o Brasil ainda sofre com outro vilão que vai dificultar a oferta de descontos expressivos: o alto custo de produção. O que ficou em evidência este ano com o forte avanço da cotação do dólar, que no momento da publicação vale R$ 5,60.

balões dom imagem de desconto na Black Friday
Black Friday: mesmo com descontos menores, varejo pode faturar R$ 5,5 bi . Imagem: Karolina Grabowska/Pexels

Somando todas essas questões, apesar de o consumidor não encontrar dificuldade em quantidade ou variedade de produtos, a tendência é que os descontos sejam menos generosos em 2021.

Segundo os analistas, a data representa cerca de 4% das vendas anuais no varejo. Considerando que a expectativa de vendas para o setor em 2021 é de R$ 150 bilhões a R$ 160 bilhões, a Black Fiday deve levantar cerca de R$ 5,5 bilhões — em 2020, as vendas foram de cerca de R$ 5 bilhões.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!