A série ‘Bridgerton’, bem como o casal Simon Basset (Regé-Jean Page) e Daphne Bridgerton (Phoebe Dynevor), conquistaram os corações de uma boa parte dos espectadores, sendo, inclusive, o segundo maior sucesso global da Netflix e com direito a indicação ao Grammy 2022.

Contudo, ao que tudo indica, a série não trouxe holofotes apenas aos excelentes atores ou à atrativa história de Shonda Rimes (e outros), mas também ao sudoeste da Inglaterra, no Reino Unido, onde a produção foi gravada.

publicidade

Segundo o The Guardian, após o sucesso de ‘Bridgerton’ – e pouco antes também, devido a outras produções – a região onde se passa o enredo da família inglesa emergiu como um local fértil para diversas séries e filmes de grande orçamento de empresas de streaming dos EUA, como a Netflix e Amazon Prime Video. Emissoras locais, como a ITV, também têm voltado seus investimentos para o lugar.

Cena de 'Bridgerton', série da Netflix. Imagem: Netflix/Divulgação
Sucesso de ‘Bridgerton’ impulsiona turismo e produções de TV no sudoeste da Inglaterra. Cena de ‘Bridgerton’, série da Netflix. Imagem: Netflix/Divulgação

No caso da Netflix, por exemplo, que gasta US$ 1 bilhão anualmente em produções no Reino Unido, estimou-se que sua contribuição chegou a 132 milhões de euros (aproximadamente R$ 824 milhões) para a economia do país ao fazer séries e filmes como ‘Bridgerton’, considerada de grande orçamento.

“É um lar natural para as produções da Netflix”, disse Anna Mallett, vice-presidente de produções físicas da Netflix para a Europa, Oriente Médio e África. “Estamos comprometidos com o Sudoeste a longo prazo e criamos mais de 1.000 empregos enquanto geramos oportunidades para as comunidades locais.”

Para a cidade de Bath – onde vive a família Bridgerton – o impulso no segmento do turismo é visível: a estimativa é que cerca de 1,5 milhão de fãs ainda visitem o local, que criou até mesmo passeios a pé para mostrar locais como o Assembly Rooms e o Holburne Museum – também presentes na série.

“Definitivamente, vimos um aumento no número de visitantes após a apresentação em Bridgerton”, disse a Dra. Amy Frost, curadora do Royal Crescent Museum em Bath, que serviu como a fachada da Featherington House no drama de época. “Você ouve pessoas falando sobre Bridgerton na rua quando passa por alguns dos locais.”

Leia mais!

O filme ‘Rebecca – A Mulher Inesquecível’ também é outra produção que, segundo o tabloide, tem impulsionado as visitas a costa da Inglaterra.

Toda a ascensão que a região vem ganhando tem agradado o prefeito do oeste da Inglaterra, Dan Norris, que sabe que toda a atenção resulta em investimento e crescimento do local.

“É bom ver a Netflix e outras empresas de produção investindo em nossa fantástica região e trazendo empregos altamente qualificados. Eles realmente ajudam a colocar nossa área no mapa”, afirmou.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!