A pandemia da Covid-19 continua avançando na Alemanha. O país teve o dia com o maior número de mortos pela doença desde fevereiro. Nesta quarta-feira (1º) foram registrados 446 óbitos.

As autoridades corem para ampliar o número de vacinados no país e conter o avanço da quarta onda da doença. Cerca de 6 mil pessoas estão internadas em unidades de terapia intensiva, segundo dados divulgados por hospitais.

publicidade

Covid-19 na Alemanha

Apesar do aumento de óbitos, a Alemanha viu uma estabilização no número de novos casos de Covid-19 após vários dias batendo recordes. A média móvel dos últimos 7 dias caiu de 452,2 infecções por 100 mil pessoas para 442,9 por 100 mil.

Cerca de 68% da população do país está totalmente imunizada contra Covid-19. O número está na média da União Europeia, mas ainda bem abaixo de países como Espanha e Portugal.

Leia também!

“A situação está realmente se tornando cada vez mais difícil”, disse Gernot Marx, presidente da associação DIVI de medicina intensiva aocanal ZDF. O especialista ainda fez um apelo para que o governo considere um novo lockdown. “Precisamos salvar as clínicas do colapso”, disse.

Quatro pessoas na Alemanha testaram positivo para a variante Ômicron da Covid-19. Três dessas haviam voltado de uma viagem de negócios na África do Sul e uma quarta teve contato com os infectados. Todos tiveram sintomas leves estavam vacinados.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!