O Facebook foi condenado no Distrito Federal a indenizar um internauta brasileiro que teve sua conta hackeada no Instagram. O valor do pagamento por danos morais ficou estabelecido em R$ 3 mil. A plataforma disse que vai recorrer da decisão.

Fabiano Sommerlatte, advogado da vítima, afirma no processo que seu cliente teve a conta na rede social invadida no aeroporto do Rio de Janeiro, enquanto utilizava a rede de wi-fi pública do local. Após notar a navegação irregular, tentou contato com a empresa, mas não obteve resposta nos canais de atendimento.

publicidade

Facebook condenado

A juíza Gisele Rocha Raposo do  3º Juizado Especial Cível, disse na decisão que a rede social errou na segurança e também na hora de prestar o serviço, já que o cliente tentou entrar em contato para resolver o problema e não teve sua solicitação atendida. 

Leia também!

“Restou cabalmente demonstrado nos autos a falha na segurança dos serviços prestados pelo requerido ao permitir o ‘hackeamento’ da conta, além do vício no serviço consistente na demora do seu bloqueio”, diz a decisão.

O Facebook informou que vai recorrer da condenação, mas não informou mais detalhes.

“Os documentos juntados aos autos demonstram que, após várias tentativas de recuperação da sua conta no Instagram, o requerido manteve-se inerte”, finaliza o processo que fez o Facebook ser condenado.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!