Na última segunda-feira (13), Elon Musk, CEO da SpaceX, afirmou que a empresa está embarcando em uma nova aventura ousada: fabricar combustível de foguete usando… o ar!

“A SpaceX está iniciando um programa para retirar CO2 da atmosfera e transformá-lo em combustível de foguete”, revelou Musk no Twitter. “Por favor, junte-se se estiver interessado”.

publicidade

De acordo com o bilionário, tal processo – usar recursos in situ para gerar combustível – “poderia ter grandes implicações durante nossa transição para nos tornarmos interplanetários”.

Em outro tweet da sequência, ele disse que isso “também será importante para a exploração de Marte”.

Leia mais:

Lançamentos dos foguetes Falcon 9 da SpaceX emitem grande quantidade de CO2

Conforme destaca o site Futurism, esse é um tópico particularmente pertinente para as operações da SpaceX, haja vista a imensa quantidade de dióxido de carbono que seus foguetes Falcon 9 emitem ao serem lançados.

Lançamentos de foguetes, como os SpaceX Falcon 9, emitem uma enorme quantidade de dióxido de carbono no ar. Imagem: Joel Kowsky/NASA

A iniciativa contaria com um tipo de tecnologia chamada captura direta de ar (DAC), ainda em seus estágios iniciais de desenvolvimento. A maior planta de DAC do mundo, uma instalação na Islândia, começou a operar em setembro e poderá tirar 4 mil toneladas anuais de CO2 do ar, cerca do dobro da capacidade DAC anterior do mundo. 

Em janeiro, Musk havia anunciado que doaria US$100 milhões para um prêmio pela melhor tecnologia de captura de carbono. O objetivo é extrair mil toneladas de CO2 da atmosfera anualmente – e, eventualmente, aumentar a escala da operação.

“Acho que essa é uma daquelas coisas que vai demorar um pouco para descobrir qual é a solução certa”, explicou Musk em abril. “E especialmente para descobrir qual é a melhor economia para a remoção de CO2”.

Na época, ele destacou a importância de se ter muita cautela nesse tipo de procedimento. “No momento, temos apenas um planeta”, disse Musk. “Mesmo com 0,1% de chance de desastre – por que correr esse risco? É insano!”

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!