A Nasa começou na tarde desta terça-feira (28) uma das operações mais delicadas no comissionamento do telescópio espacial James Webb (JWST): o desdobramento de seu delicado escudo solar.

O primeiro passo foi o remanejamento de duas estruturas, chamadas de “Estrutura de Paleta Unificada” dianteira e traseira, que contêm as cinco membranas do escudo cuidadosamente dobradas, além de cabos, polias e mecanismos de liberação.

publicidade

A equipe concluiu o processo com a primeira estrutura aproximadamente às 15h21 (horário de Brasília), após quatro horas de trabalho. Já o desdobramento da segunda estrutura foi concluído às 21h27 (horário de Brasília). Mover as estruturas para sua posição final é algo rápido, que leva cerca de 20 minutos. Mas o processo todo demora várias horas pois os engenheiros precisam passar por uma “checklist” gigante com dezenas de passos, que tem que ser seguidos cuidadosamente e em sequência.

Sequência de desdobramento do JWST. Imagem: Nasa

A operação de hoje dá a largada para o que serão pelo menos mais cinco dias de etapas necessárias para desdobrar o escudo solar – um processo do qual depende o sucesso da missão. Se a proteção não estiver no lugar para manter o telescópio e os instrumentos de Webb extremamente frios, próximos do zero absoluto, Webb será incapaz de observar o universo da maneira como foi projetado.

As próximas etapas incluem a extensão de uma torre dobrável, seguida pela liberação das tampas do protetor solar, a extensão das barras intermediárias e, finalmente, o tensionamento das cinco camadas de Kapton que compõem o escudo solar propriamente dito.

Leia mais:

Como o desdobramento do escudo será um dos processos mais desafiadores que a NASA já tentou, a equipe de operações da missão adicionou flexibilidade à linha do tempo, de modo que a programação e até mesmo a sequência das próximas etapas possam mudar nos próximos dias, conforme necessário.

Lançado no último sábado (25), o James Webb, está passando por um delicado processo de testes e preparação para o funcionamento, chamado de comissionamento, enquanto navega pelo espaço a caminho de seu destino, uma órbita próxima ao Ponto de Lagrange 2 (L2) no sistema formado pela Terra e o Sol. Ao todo, a Nasa estima que serão necessários seis meses de preparação antes que as observações científicas possam começar.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!