A China sedia, neste ano de 2022, os Jogo Olímpicos de Inverno, em Pequim, entre os dias 4 e 20 de fevereiro. E é durante o evento que o país vai realizar seu maior teste com o yuan digital, lançando a moeda virtual para atletas e espectadores.

Tanto visitantes quanto competidores vão poder baixar um aplicativo ou obter um cartão físico, armazenando o yuan digital. Também dá para converter dinheiro estrangeiro em e-CNY em máquinas de autoatendimento, de acordo com o Banco da China, parceiro oficial da Olimpíada de inverno.

publicidade

Leia mais:

Especificamente para atletas e treinadores, é possível obter pulseiras que funcionam como carteiras eletrônicas. Usando elas, os participantes dos Jogos Olímpicos Pequim-2022 podem pagar por serviços e produtos. O que resta saber ainda é se esses estrangeiros vão adotar a forma de pagamento.

Isso porque três senadores republicanos dos Estados Unidos pediram ao Comitê Olímpico do país que proíba os atletas de usar o yuan digital. A preocupação deles é a segurança de dados e espionagem.

De todo modo, as lojas e máquinas da Vila Olímpica estarão equipadas para receber esse tipo de pagamento. Lojas em estações ferroviárias nas redondezas do local também. Esta será a primeira vez que o app será disponibilizado para estrangeiros, informou o Banco da China.

Representação do yuan digital
É a primeira vez que o yuan digital será oferecido a estrangeiros. Imagem: Alexander Supertramp/Shutterstock

“É uma tarefa e desafio fundamentais garantir que os visitantes estrangeiros tenham uma boa experiência. Nós nos esforçaremos para fazer um bom trabalho para garantir que os serviços durante os Jogos, e as operações, o atendimento ao cliente, a resposta a emergências e outras equipes estejam todos em exercícios e preparativos intensivos”, disse a instituição, em comunicado.

Cerca de 140 milhões de pessoas se registraram para ter uma conta de yuan digital até o início de novembro, segundo as autoridades do país. Ainda assim, boa parte dos moradores dependem do Alipay e do WeChat Pay para realizar as transações diárias.

Via: Bloomberg

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!