Com a aposentadoria de Kimi Raikkonen, o espanhol Fernando Alonso se tornou o piloto mais velho (e com mais experiência) no grid da Fórmula 1 deste ano. Em julho de 2022, o piloto completará 41 anos, estando à frente de Lewis Hamilton, que tem 37 anos.

Alonso vê sua vasta experiência como piloto bastante valiosa, especialmente com os novos regulamentos em vigor para a temporada 2022 da Fórmula 1. “Na idade, me sinto bem. Honestamente, sinto uma vantagem”, disse o piloto em uma entrevista ao site Autosport quando perguntado como se sente.

publicidade

Leia também:

“Quando chego a um circuito, conheço os circuitos. Agora todo mundo está testando este pneu de 18 polegadas, e eu conheço muito bem esses pneus do WEC”. Fernando Alonso fez menção aos pneus de corrida de baixo perfil que conheceu no Campeonato Mundial de Endurance da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) com a Toyota em 2019 e 2020.

“Existe exatamente o mesmo comportamento nos pneus – e da mesma forma que você tem que pilotar o pneu – que é muito diferente. Então, todas as coisas que estou enfrentando, para outras pessoas, estão ao vivo pela primeira vez. Já para mim, é uma segunda ou terceira vez. Então isso é bom”.

Experiência e sacrifícios

Alonso reconheceu que continuar a correr em alto nível requer alguns sacrifícios, especialmente com o calendário agitado da era atual. “O único problema de ser mais velho é que você tem que ter motivação para entrar em uma temporada em que estará 300 dias por ano”, disse o espanhol.

“Tem que ter essa vontade, tem que ter esse estilo de vida que te permite se dedicar a esse esporte”. Sobre as máquinas atuais da Fórmula 1, Alonso também enxerga certa facilidade. “Fisicamente, acho que os carros de hoje não são muito exigentes. Acho que 2004-05, talvez a idade tenha sido uma limitação”.

Alonso fez sua estreia no Grande Prêmio com a Minardi em 2001. Ele perdeu a temporada de 2002 enquanto servia como piloto de testes da Renault e fez uma pausa na Fórmula 1 após sua última temporada com a McLaren em 2018. Ao retornar pela Alpine no ano passado, o piloto terminou a temporada em décimo na classificação de pilotos, com 81 pontos.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!