Logo no dia escolhido pela Samsung para anunciar oficialmente o Exynos 2200 como seu mais potente chip, uma entrada no GFXBench, ferramenta utilizada para medir o desempenho de smartphones e tablets, parece ter deixado vazar o Galaxy S22 Ultra com este processador.

O Exynos 2200 parece realmente promissor, graças ao primeiro fruto depois da parceria entre AMD e Samsung, com a GPU Xclipse 920 e sua arquitetura RDNA 2. Ela é a mesma utilizada nos consoles PlayStation 5 e Xbox Series X e é capaz até mesmo de entregar reflexos e iluminação, feitos com base em ray tracing nos jogos para celular.

Leia também

Exynos 2200 c om GPU AMD (Imagem: divulgação/Samsung)
Exynos 2200 c om GPU AMD (Imagem: divulgação/Samsung)

Já no benchmark, este parece ser o primeiro relato do Galaxy S22 Ultra com o chip Exynos 2200, já que os anteriores envolviam o também potente Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1. De acordo com o resultado obtido pelo smartphone no teste Aztec Ruins Normal do GFXBench, o aparelho conseguiu marcar uma média de 109 quadros por segundo.

publicidade

Exynos 2200 consegue ser 34% superior ao 2100

Em comparação, o Galaxy S21 Ultra com chip anterior, o Exynos 2100, fez o mesmo teste e conseguiu aproximadamente 70 quadros por segundo. O incremento de 34% na taxa de fps é animador demais, mas ainda é preciso esperar para que o celular seja lançado e os testes feitos pelas pessoas, sem entrar na parte de rumor.

Existe também a possibilidade deste aparelho marcar a pontuação em uma situação específica, como rodando o app em uma tela separada e sem outros programas instalados – situação praticamente impossível para o usuário comum.

Também é preciso manter um pouco de ceticismo por alguns pontos importantes, começando pelo próprio benchmark. Este tipo de ferramenta nunca reflete o uso cotidiano do aparelho, mas sim uma situação específica de estresse e em alguns casos o app pode oferecer um resultado até fora da realidade – como quando a empresa detecta ele, aumenta o desempenho naquele momento para uma pontuação alta e depois reduz para o normal do dispositivo.

Via: MySmartPrice.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!