Após a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft, alguns dos desenvolvedores de ‘Call of Duty‘ estariam ansiosos para deixar o modelo atual de lançamentos anuais.

Um novo artigo da Bloomberg sobre as reações internas acerca da aquisição, há informações sobre discussões entre “funcionários de alto escalão” para deixar o atual calendário de lançamento de ‘Call of Duty’. Atualmente, a Activision Blizzard segue lançando um novo ‘Call of Duty’ todos os anos, usando a estratégia de rotacionar diferentes estúdios.

Mas essa estratégia não vem funcionando tão bem desde o lançamento de ‘Warzone’ e os desenvolvedores dizem sentir que freando a cadência dos lançamentos da franquia, poderiam agradar os jogadores que se cansaram do ritmo constante de lançamento dos jogos ‘Call of Duty’.

Leia mais!

publicidade

A mudança pode não acontecer até o próximo ano, ou depois disso, com o lançamento desse ano “esperado para resgatar as fortunas da franquia”. É comum que seja dito que “Call of Duty: Vanguard” sofre da “fatiga de Call of Duty”, termo já usado anteriormente acerca de outros títulos que tiveram resultados abaixo do esperado.

Por enquanto, ainda existem diversas dúvidas sobre ‘Call of Duty’ após a aquisição de Activision Blizzard pela Microsoft. Mesmo com Microsoft e Activision sinalizando que pretendem manter o jogo nos consoles PlayStation, ainda é incerto se isso se refere a ‘Warzone’, aos lançamentos anuais, ou ambos.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!