A Sony, que viu suas ações despencarem quase 13% na Bolsa de Tóquio após o anúncio da compra da Activision Blizzard pela Microsoft, comentou em entrevista ao The Wall Street Journal o que espera da negociação – que quando efetivada colocará a Microsoft como a terceira maior empresa de jogos do mundo em receita.

 “Esperamos que a Microsoft cumpra os acordos contratuais e continue a garantir que os jogos da Activision sejam multiplataforma”, disse um porta-voz.

publicidade
Fábrica da Sony em Manaus é vendida para a Mondial
Call of Duty no PS em risco? Sony fala sobre compra da Activision pela Microsoft. Foto: testing/Shutterstock

A preocupação da empresa ocorre devido a Activision ser a proprietária de muitas franquias conhecidas, entre elas a Call of Duty (o famoso CoD). O jogo é muito popular no PlayStation, da Sony, bem como no Xbox. Em novembro de 2021, a Sony revelou que Call of Duty: Black Ops Cold War foi o segundo jogo de PS5 mais jogado em todo o ano, atrás apenas de Fortnite, confirmando o sucesso do game na plataforma.

Além disso, a empresa mantém um acordo de marketing de cinco anos com a Activision, o qual teme que não seja cumprido ou renovado, já que contratos expiram, abrindo a porta para a Microsoft buscar a exclusividade do Xbox para as muitas franquias que está adquirindo.

Leia mais!

De acordo com o The Verge, após a conclusão da aquisição, a Sony ficará impotente sobre o futuro de longo prazo de Call of Duty no PlayStation, principalmente se consideram que quando a Microsoft adquiriu a Bethesda ela transformou Starfield em um exclusivo do Xbox e PC. No entanto, segundo a Bloomberg, apesar da relação da Microsoft com o Xbox, a ideia é que a empresa continue distribuindo os jogos da Activision em outras plataformas, principalmente no PlayStastion.

“Os jogos da Activision Blizzard são apreciados em várias plataformas e planejamos continuar apoiando essas comunidades no futuro”, afirmou o CEO da Microsoft Gaming, Phil Spencer, após o anúncio de compra.

Contudo, apesar de possivelmente a Microsoft manter Call of Duty: Warzone, por exemplo, em várias plataformas, qualquer jogo futuro do CoD provavelmente será exclusivo do Xbox, já que o investimento da empresa na aquisição foi alto para manter jogos em vias, de certa forma, rivais. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!