Autoridades de saúde de Hong Kong anunciaram nesta sexta-feira (21) que quase três mil moradores de um conjunto habitacional estão proibidos de sair de dentro de casa durante cinco dias por casos da variante Ômicron da Covid-19.  

Hong Kong anunciou pelo menos 20 casos positivos confirmados ou preliminares no conjunto habitacional. “Claramente há um surto na comunidade e a situação é preocupante”, disse a chefe de Saúde local, Sophia Chan. 

publicidade

Leia também!

Um segurança e um faxineiro que trabalham no conjunto habitacional foram infectados. De acordo com o Edwin Tsui, diretor do Centro de Proteção à Saúde, o profissional da limpeza pode ter espalhado o vírus, já que visitou andar por andar do local enquanto trabalhava.  

Está não é a primeira vez que Hong Kong bloqueia prédios inteiros para combater a Covid-19. Porém, anteriormente os prédios eram bloqueados durante a noite e os moradores podiam sair no dia seguinte após apresentar teste negativo.  

máscara contra a Covid-19
Hong Kong bloqueia conjunto habitacional por casos da variante Ômicron. Imagem: Tumisu (Pixabay)

Neste caso, os moradores ficarão em casa durante os cinco dias e são obrigados a realizaram testes para detectar a presença do SARS-CoV-2 todos os dias. Quem testar positivo será levado para enfermarias especializadas no combate a doença.  

De acordo com o governo local, serão enviados mantimentos para todos os moradores afetados pelos bloqueios em decorrência da nova onda da cepa Ômicron. No entanto, boatos afirmam que moradores locais estão estocando comida para se manterem seguras em casos de novos bloqueios sanitários. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!