Um surto de leptospirose foi confirmado na região hipster de Williamsburg, no bairro do Brooklyn, em Nova York. Por enquanto, ainda não foram confirmados casos em humanos, apenas em cachorros. Segundo o conselho da cidade de Nova York, dois cães morreram da doença, mas o número pode chegar a quatro.

Alguns tutores têm associado o início do surto a uma corrida de cachorros em um parque no Brooklyn. Um treinador de cães do bairro, conhecido como Dakarrie, resolveu compartilhar a experiência de perder um de seus cães, o buldogue francês Oreo, que foi uma das vítimas do surto de leptospirose.

publicidade

Segundo o treinador, a ação da bactéria no organismo do cão foi bastante rápida. “Quando Oreo contraiu leptospirose, ele estava no parque por volta do meio-dia. Às 16h, ele mudou. Foi uma questão de quatro horas”, declarou Dakarrie. O estado de Oreo piorou rapidamente e o cão foi sacrificado no dia seguinte.

Parque insalubre para cães

De acordo com o treinador, as condições das corridas de cães realizadas no Parque McCarren, que fica no norte do Brooklyn, são bastante insalubres, já que o local enfrenta uma infestação de ratos. Os roedores são vetores da leptospirose e de outras doenças que podem afetar os cães.

“O problema com McCarren Park é que nos últimos sete anos em que estive aqui treinando cães, sempre há um surto, seja giárdia ou agora isso”, explica Dakarrie. Para ele, a falta de um sistema adequado de drenagem da água da chuva torna a situação ainda pior.

Leptospirose canina

Assim como nos humanos, a leptospirose canina se espalha pela corrente sanguínea dos cães. Em geral, a contaminação ocorre quando os animais entram em contato com poças ou corpos d’água que carregam a urina de animais selvagens ou ratos infectados pela bactéria.

Leia mais:

Como a doença também pode afetar humanos, é importante manter distância da urina de animais infectados. Embora não exista uma vacina para humanos, os cães podem ser imunizados contra a leptospirose, basta conversar com o veterinário do animal para mais detalhes sobre como vaciná-lo.

Via: Greenpointers

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!