A ‘Administração Estatal de Regulação do Mercado da China’ aprovou na última quinta-feira (27) a compra de US$ 35 bilhões da fornecedora mundial de semicondutores Xilinx pelo grupo AMD (Advanced Micro Devices Inc.).

A aprovação representa um passo importante para a conclusão da aquisição, anunciada pela primeira vez em outubro de 2020.

publicidade

Entretanto, o órgão regulador chinês impôs restrições para aprovar o acordo bilionário, como não forçar a venda casada de produtos, por exemplo.

China aprova compra da Xilinx pela AMD
Fusão com a Xilinx visa reforçar a presença da AMD no segmento de data centers. Imagem: Casimiro PT/Shutterstock

Veja também

Os reguladores também apontam que ambas as partes devem garantir “a flexibilidade e a programabilidade” dos dispositivos FPGAs desenvolvidos pela Xilinx — uma categoria de dispositivo programável que suporta a implementação de circuitos. 

O desenvolvimento de novos componentes também deve considerar a compatibilidade com processadores baseados em arquitetura ARM — uma família de arquiteturas desenvolvida pela britânica ARM Holdings e licenciada para outras empresas.

Por fim, itens como chips de processamento gráfico (GPUs) e dispositivos do tipo FPGA, também devem ser interoperáveis ​​com componentes chineses.

Vale ressaltar que a fusão ocorre em meio a competição acirrada da AMD e também da Xilinx com uma das principais gigantes do setor de chips, a Intel. O negócio visa aumentar a participação da AMD no segmento de data centers.

Via: Reuters

Novo chip Exynos com GPU AMD

Ainda no campo dos chips, a Samsung apresentou recentemente o seu novo processador Exynos 2200, o modelo topo de linha da fabricante sul-coreana para 2022. O componente tem como principal destaque a presença da GPU ‘Xclipse‘, baseada na arquitetura RDNA 2, desenvolvida pela AMD.

A novidade oferecerá aos gamers recursos como ray tracing acelerado via hardware, e VRS (Variable Rate Shading) nos celulares da marca, funções antes disponíveis apenas nos PCs, notebooks e consoles. Veja mais sobre o lançamento aqui.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!