Para a tristeza dos fãs, o presidente e diretor criativo da Marvel, Kevin Feige, confirmou em um episódio recente de “Marvel Studios Assembled”, com foco em “Eternos”, da Disney+, que o filme “Vingadores: Ultimato”, de 2019, foi o último filme dos heróis na Saga do Infinito.

“A Marvel Studios e o MCU comemoram aniversário de dez anos e, com o lançamento do filme final dos Vingadores, completamos a Saga do Infinito com 22 filmes”, explicou Feige, destacando que o estúdio conseguiu conectar mais de 20 filmes com o propósito de contar uma história maior.

Leia mais!

A Saga do Infinito começou em 2008 em “Homem de Ferro”, dando início a primeira fase do Universo Cinematográfico Marvel (MCU). As joias do infinito foram apresentadas ao longo de diversas produções posteriores e a franquia Vingadores – que encerrou a fase três o MCU – veio justamente para conectar as pontas soltas concluindo a batalha contra Thanos em “Ultimato”.

publicidade

A fase quatro do MCU começou a partir da série “WandaVision”, em 2021, no entanto, está muito claro o objetivo da Marvel em focar este capítulo no Doutor Estranho, que estreia em “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” em 5 de maio no Brasil. Para alguns, há uma chance de o Feiticeiro (interpretado por Benedict Cumberbacht) ser o novo líder dos heróis, ocupando o lugar de Tony Stark (Homem de Ferro vivido por Robert Downey Jr.) e/ ou do Capitão América (Chris Evans).

“Vingadores: Ultimato” encerra a trajetória de diversos importantes heróis, como Viúva Negra, Homem de Ferro, Visão e Nebulosa, da franquia “Guardiões da Galáxia”. Capitão América e Gavião Arqueiro, aparentemente, também se despedem da saga, indo viver uma vida em um estilo “aposentados”.

“Ultimato” se tornou o filme de maior bilheteria de todos os tempos, ficando atrás apenas de “Avatar”. Até o momento, o último filme dos Vingadores arrecadou US$ 2,7 bilhões e é o segundo filme de maior bilheteria do mundo. “Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa” se tornou recentemente a 3° maior bilheteria dos EUA e a 2° maior no Brasil. No quesito global o longa ocupa a 6° posição, no entanto, vale lembrar que o Aranha ainda não chegou nas telas da China, potencial mercado que, inclusive, levou “Avatar” ao topo.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!