Um detalhe interessante do Studio Display, monitor que a Apple apresentou ontem ao lado do novo Mac Studio, é que ele conta com um processador A13 Bionic integrado. Mas, existe algum motivo para a inclusão de um processador de um smartphone em um monitor?

Na verdade, existem alguns, mas antes de entrarmos nisso, vamos relembrar rapidamente o que é, e o que significou o A13 Bionic. Esse é o mesmo processador lançado com a linha iPhone 11 em 2019, mas estava tão a frente do seu tempo, que a Apple colocou o chip no iPad de entrada lançado no ano passado (e que inclusive testamos hoje com boa avaliação).

publicidade

A maneira mais simples de explicar o motivo para o Studio Display ter um processador desse nível, é que ele roda iOS, e conta com a assistente Siri para atender a comandos de voz. Os MacBooks já contam com esse recurso, mas isso pode ser uma boa ajuda para quem usa um Mac desktop mais antigo e que não tinha Siri.

O processador A13 Bionic resolve todas as eventuais necessidades da tela e das caixas de som do Studio Monitor, e assim, deixa seu Mac livre para tarefas mais importantes.

Studio Display conta com câmera com Palco Central

Monitor Studio Display da Apple
Novo monitor da Apple tem resolução 5K e roda iOS / Divulgação: Apple

Sua câmera de 12 MP tem a mesma qualidade do iPad, segundo a Apple, e conta com o recurso Palco Central, ou Center Stage, muito útil para chamadas em vídeo. Além disso, o Studio Display também tem seis caixas de som integradas com som espacial, e três microfones para captação de áudio.

Além de tudo isso, vale lembrar que o Studio Monitor também é uma bela tela de 27 polegadas com resolução 5G e 14,7 milhões de pixels, brilho de 600 nits e suporte a cores P3. A versão com vidro nano-texture é indicada para ambientes muito iluminados, e reduzem os reflexos.

Preços do Studio Display no Brasil

O Studio Display estará disponível no Brasil a partir do dia 18 desse mês, mas a Apple já faz a pré-reserva em seu site. Vale lembrar que esses monitores são para uso profissional, e contam com uma ótima qualidade, assim os preços são bem altos, mesmo lá fora.

Com vidro convencional, o Studio Display com A13 Bionic custa a partir de R$ 17.999, com a base com ajuste de inclinação ou suporte VESA. Com a base que ajusta a altura além da inclinação, ele passa para R$ 22.999. Se você quiser o vidro nano-texture, ele sai mais caro, a partir de R$ 20.999 (base com ajuste de inclinação ou adaptador VESA). Quem quiser o suporte especial com ajuste de altura vai pagar R$ 25.999.

Leia também

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!