A Warner Bros. fez alterações em diálogos de “Animais Fantásticos 3”, que faziam referência à sexualidade de Dumbledore para que o filme estreasse na China.

“Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore” teve cenas editadas por causa de referências ao relacionamento entre Dumbledore, vivido por Jude Law, e Gindelwald, que dessa vez será interpretado por Mads Mikkelsen (Johnny Depp viveu o personagem nos dois primeiros filmes da franquia).

A edição, informada primeiro pelo News.com.au, remove seis segundos dos 142 minutos totais do filme, e representa uma vitória para os censores chineses.

“Como estúdio, estamos comprometidos em proteger a integridade de cada filme que lançamos, e isso se estende a circunstâncias que exigem cortes sutis para responder com sensibilidade a uma variedade de fatores do mercado. Nossa esperança é lançar nossos recursos em todo o mundo conforme lançado por seus criadores, mas historicamente enfrentamos pequenas edições feitas em mercados locais… Queremos que o público em todo o mundo veja e aproveite este filme, e é importante para nós que o público chinês tenha a oportunidade de experimentá-lo também, mesmo com essas pequenas edições… o espírito do filme permanece intacto,” afirmou a Warner Bros. em um comunicado.

publicidade

Leia mais!

As falas cortadas do filme são: “Porque eu estava apaixonado por você”, e “o verão que Gellert e eu nos apaixonamos”. A revelação de que Dumbledore era gay partiu da autora JK Rowling em 2009, mas não existe confirmação explícita disso nem nos filmes da franquia Harry Potter, e nem nos livros.

A decisão de editar “Animais Fantásticos 3″ faz o filme entrar numa longa lista de produções censuradas pela China.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!