A Apple lançou hoje nos Estados Unidos a Self Repair Store, que vai oferecer manuais, e vender todos os componentes e peças necessários para que os usuários façam seus próprios reparos nas linhas iPhone 12 e iPhone 13, além do iPhone SE de 3a geração lançado esse ano.

No ano passado, a empresa chegou a ser criticada por dificultar o reparo de telas do iPhone 13, mas mudou radicalmente de posição. Também em 2021, a Apple anunciou que iria oferecer peças e ferramentas para reparos para as linhas iPhone 12 e iPhone 13, e agora, está cumprindo a promessa.

publicidade

Leia também:

No release, a Apple conta que são 200 peças e ferramentas individuais, que permitirão que os usuários façam reparos na tela, bateria e câmera de seus iPhones. Além disso, a Apple prometeu até o fim do ano incluir também os Macs com processadores com Apple Silicon.

Quem não quiser comprar as ferramentas também pode simplesmente alugar um kit por US$ 49 mensais, ou o equivalente a R$ 243 na conversão direta. Para os usuários que estiverem nos Estados Unidos, é só acessar a Self Repair Store.

Por enquanto, o serviço vai funcionar apenas nos Estados Unidos, mas vai chegar na Europa ainda esse ano.

Para comprar peça de reparo, é preciso informar número de série ou IMEI do iPhone

Um dos problemas da Self Repair Store é a necessidade de informar o número de série ou IMEI do iPhone. Assim, quando você compra uma peça ou componente para esse iPhone, ela fica pareada e registrada com ele. Como lembra o iFixIt, isso pode no futuro, impedir as pessoas de fazerem reparos em seus dispositivos com outras peças.

Via The Verge

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!