Neste dia 5 de maio, comemora-se o Dia Mundial da Senha e, segundo o Google, o interesse do brasileiro por palavras-chave seguras e eficientes nunca foi tão alto. Segundo levantamento do Trends, divulgado nesta quinta-feira (5), as buscas por termos como “gerenciadores de senhas” e “autenticação em dois fatores” foram as mais significativas desde o início da série histórica em 2004.

As pesquisas por “gerenciadores de senhas” foram as que mais se proliferaram nos últimos cinco anos (2016 a 2021). Segundo a empresa americana, a alta foi de 523%, um número significativo em comparação aos dados registrados em todo o mundo — 110% — no mesmo período.

publicidade

Além disso, na analogia direta com 2020, a atenção dos brasileiros aos gerenciadores dobrou em 2021 — e, ainda assim, o Brasil ocupa a 31ª posição no ranking de países que mais pesquisam por gerenciadores de palavras-chave nos anos avaliados.

Outro interesse que cresceu no país na última meia década foi a pesquisa por “autenticação em dois fatores”, que aumentou em 475% — seis vezes a mais do que no mesmo período imediatamente anterior (2010 a 2015) e 33% na comparação entre 2020 e 2021. O termo “vazamento de senha” também cresceu em 299%. Em relação a 2020, a elevação foi de 147%.

Por último, segundo o Google, as buscas por “senha forte” triplicaram em 239% nos últimos cinco anos. O assunto bateu recorde no ano passado, quando se verificou um aumento de 66%. Além disso, boa parte das palavras pesquisadas ao lado de “como proteger” tem a ver com ferramentas como celulares e perfis em redes sociais.

Gerenciador de senhas e autenticação em dois fatores

É possível determinar senhas complexas e seguras para um perfil sem ter que anotar o letreiro num pedaço de papel ou no bloco de notas. Por meio do Gerenciador de Senhas do Google, por exemplo, o usuário pode criar palavras-chave difíceis e simplificar o uso por meio de um armazenamento automático com base em inteligência artificial. Há ainda a opção de completar automaticamente os campos de acesso a contas.

Além disso, o usuário tem acesso a uma camada adicional de proteção de acesso: a verificação em duas etapas, em que a plataforma demanda uma segunda autenticação que pode ser feita por meio de outros dispositivos ou apps, como o Authy e o próprio Authenticator.

O Google também aproveitou o Dia Mundial da Senha para dar dicas para contas mais seguras, como, por exemplo: utilizar todas as possibilidades de caracteres na criação das senhas (símbolos, letras maiúsculas e minúsculas e números), criar palavras-chave variadas para acessos distintos (não repetir códigos em sites e senhas de cartão) e evitar sequências lógicas na senha que remetam a informações da sua vida (como datas de aniversário ou nomes de animais).

Crédito da imagem principal: Song_about_summer/Shutterstock

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!