Games e Consoles

CEO da Ubisoft reforça intenção da companhia em permanecer independente

12/05/22 16h15
Ubisoft independente

Imagem: Tada Images/Shutterstock

O CEO da Ubisoft voltou a afirmar que a companhia de games tem intenção de permanecer independente, apesar dos rumores de uma potencial venda.

Em uma chamada sobre os resultados financeiros do ano fiscal de 2022, Yves Guillemot, um dos fundadores da Ubisoft e seu CEO, comentou sobre diversos assuntos, inclusive sobre a independência da gigante dos games.

Depois que rumores deram conta de que a Ubisoft estava atraindo interesse de compradores, o CEO deu um passo atrás na questão.

“Tem havido muita conversa sobre consolidação na indústria e na Ubisoft em particular. Nossa posição geral é clara e bem conhecida. Como dissemos em fevereiro passado, temos tudo o que precisamos para permanecer independentes. Temos o talento, a escala industrial e financeira e um grande portfólio de IPs poderosos para criar valor maciço nos próximos anos,” afirmou Guillemot.

Ele ainda adicionou: “Isto nos forneceu um plano para construir parcerias estratégicas com os maiores players de entretenimento e tecnologia. A especulação atual está colocando à vista o real apelo e valor de nossos ativos e de nosso potencial de criação de valor.” Apesar disso, Yves Guillemot reiterou que a Ubisoft é uma empresa de capital aberto e, portanto, é “padrão e uma prática recomendada revisar qualquer oferta”.

A fala comentada acima por Guillemot feita em fevereiro foi bem parecida com os comentários de agora: “Tomamos sempre as decisões no interesse de quem sustenta os nossos riscos, que são os nossos funcionários, jogadores e acionistas. A Ubisoft pode permanecer independente, temos o talento, escala financeira e um grande catálogo de propriedades intelectuais. Dito isto, se existir uma oferta para nos comprar, o quadro de diretores irá obviamente analisá-la no interesse de todos.”

Leia mais!

Ubisoft e NFTs

Além dele, o CFO Frederick Duguet respondeu a perguntas, e comentou sobre os esforços no mercado de blockchain feitos pela Ubisoft, que anunciou recentemente que parou de criar conteúdo para Tom Clancy’s Ghost Recon: Breakpoint, incluindo os controversos NFTs do jogo.

No entanto, ao ser perguntado sobre essa experiência com os NFTs, Duguet não respondeu diretamente: “Como temos dito, estamos investindo em várias tecnologias futuras, incluindo computação em nuvem, voxel e web3, e isso faz parte do DNA da empresa aprender, iterar e explorar antes de expandir. E acreditamos essas diferentes tecnologias-chave nos permitirão oferecer propostas de valor muito significativas para os jogadores, com experiências sociais mais profundas e permitir que os jogadores se expressem de maneiras diferentes.”

As vendas anuais da Ubisoft caíram em 4% para US$ 2,2 bilhões durante o ano fiscal de 2022. No entanto, as franquias Assassin’s Creed, Far Cry e Tom Clancy’s Rainbow Six seguiram com performances fortes no mercado.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal


Amazon Prime também é feito para jogadores!

Todo mês, obtenha itens exclusivos, jogos grátis, uma assinatura gratuita na Twitch.tv e muito mais com sua assinatura Prime. Clique aqui para um teste gratuito de 30 dias.

Deixe sua opinião
Sugeridos pra você
Tags