Veículos e Tecnologia

Embraer realiza teste de voo usando somente combustível 100% sustentável em um jato E195-E2

Por Ronnie Mancuzo, editado por Acsa Gomes
30/06/22 09h51, atualizada em 01/07/22 18h50
O vídeo está sendo carregado - aguarde...

A Embraer realizou com sucesso um teste de voo com motor Pratt & Whitney GTF em uma aeronave E195-E2 fazendo uso apenas de combustível 100% sustentável de aviação (SAF, da sigla em inglês). Dessa forma, foi possível comprovar a segurança e a performance da composição junto ao avião apresentado no ano passado como “o mais eficiente e sustentável do mundo”.

Foram dois dias de testes em solo no Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale, na Flórida, resultando em 70 minutos de teste de voo no Aeroporto Regional de Vero Beach, também no estado americano. “Este teste comprova que os motores GTF podem operar com qualquer combustível e que a família de jatos E2 está pronta para a certificação 100% SAF assim que a indústria finalizar os padrões para SAF puro”, afirma Graham Webb, Diretor de Sustentabilidade na Pratt & Whitney.

Leia também:

“O E2 já é a aeronave de corredor único mais eficiente atualmente no mercado, que economiza até 25% de emissões de CO2 quando comparado com as gerações anteriores da aeronave. A redução das emissões pode chegar a 85% ao utilizar 100% de SAF”, diz Rodrigo Silva e Souza, Vice-Presidente de Estratégia e Sustentabilidade da Embraer Aviação Comercial.

Matéria-prima sustentável na aviação

Para o executivo, a substituição de aeronaves antigas por produtos de nova geração e a utilização de SAF na produção “são as duas ações mais efetivas na aviação comercial para alcançar uma redução significativa das emissões”. O SAF usado pela Embraer e pela Pratt & Whitney foi 100% SPK de ésteres e ácidos graxos hidroprocessados (HEFA-SPK), adquirido da World Energy.

Imagem: Divulgação/Embraer

HEFA-SPK é um tipo específico de matéria-prima renovável hidrotratada usada na aviação. Seu uso é particularmente importante, sendo uma das principais alternativas de substituição do combustível convencional para aviação pela Commercial Aviation Alternative Fuels Initiative (CAAFI), devido ao perfil sustentável.

No momento, os motores Pratt & Whitney e as aeronaves Embraer estão certificadas para operar com uma mistura de até 50% de SAF adicionado ao querosene Jet A/A1, de acordo com as determinações da ASTM International. Especificações futuras permitirão misturas de até 100% de SAF para maximizar o potencial na redução das emissões do uso de combustível derivado de matérias-primas sustentáveis e não fósseis.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Deixe sua opinião
Tags