Internet e Redes Sociais

Uber e 99 vão ter que explicar corridas canceladas por motoristas

01/07/22 13h49

Crédito: Instagram/Reprodução

Quem usa aplicativos de transporte, como Uber e 99, provavelmente já passou por algum problema para conseguir uma corrida. Nos últimos meses, mesmo com as empresas buscando maneiras de reverter o problema, tem se tornado comum passar por uma série de cancelamentos antes de conseguir, de fato, uma corrida.  

Analisando as diversas reclamações dos usuários, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) pediu que as empresas responsáveis pelos aplicativos prestem esclarecimentos sobre às políticas de cancelamento de corridas.  

Leia também!

O órgão vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) também quer que a Uber e a 99 esclareçam se os motoristas que cometem irregularidades passam por algum tipo de punição. Além disso, as companhias terão q explicar como funcionam seus canais de reclamação.  

A Senacon disse que vem acompanhado uma grande alta no número de reclamações sobre cobranças indevidas, não obtenção do reembolso e não fornecimento de serviço pelas empresas de transporte.  

“Com a apuração, pretendemos esclarecer eventuais infrações ao Código de Defesa do Consumidor. Constatadas irregularidades, as devidas providências serão tomadas”, disse o ministro da Justiça, Anderson Torres.

Imagem: structuresxx/Shutterstock

As empresas possuem um prazo de até 10 dias para responder às solicitações da Senacon.  

A Uber apontou que seus motoristas parceiros têm liberdade para cancelar as corridas, mas a atitude em excesso pode ferir as políticas da plataforma. A empresa ainda disse que possui uma equipe para analisar estes casos e que vai responder as exigências da Senacon. 

O Olhar Digital entrou em contato com a 99, mas ainda não obteve retorno até o fechamento da matéria.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe sua opinião
Tags