O fundo de criptomoedas Three Arrows Capital protocolou na sexta (1º) um pedido de falência na Justiça dos Estados Unidos. O pedido foi realizado por representantes da companhia de Singapura no tribunal do Distrito Sul de Nova York, que protege juridicamente os ativos de devedores estrangeiros de credores no país. A medida é permitida por meio do Código 15 da legislação americana.

Como as gigantes de empréstimos Celsius e Babel Finance, o Three Arrows Capital é mais um protagonista do ‘Crypto Winter’ (inverno cripto, em português) — um período marcado pela queda de valor nas criptomoedas que se prolonga desde o início do ano.

publicidade

Já em março, o hedge fund criado em 2012 por Kyle Davis e Su Zhu viu seu capital cair de US$ 10 bilhões em ativos para US$ 3 bilhões — um recuo de mais de 100% — em apenas um mês.

Leia mais:

No início desta semana, surgiram relatos de que o Three Arrows Capital não havia pagado um empréstimo de US$ 670 milhões fornecido pela corretora Voyager Digital. O dinheiro seria utilizado, de acordo com o fundo, para ajudar no pagamento de chamadas de margens a clientes.

Por conta disso, um tribunal nas Ilhas Virgens Britânicas ordenou a liquidação da companhia de Singapura, sob supervisão da norte-americana Teneo Restructuring, segundo informações da Sky News e do Wall Street Journal.

Em maio, Davies e Zhu admitiram, em entrevista ao Wall Street Journal, que a empresa perdera um investimento de US$ 200 milhões após o crash da Luna e sua moeda-irmã TerraUSD. Na época, os dois eram otimistas sobre o futuro das criptomoedas, afirmando que “sempre foram crentes nelas” e “ainda são”.

Após a notícia da queda da Three Arrows, o bitcoin, que já havia despencado sete semanas seguidas neste ano, voltou a cair, aproximando-se de US$ 19 mil.

Crédito da imagem principal: BLKstudio/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!