A chinesa Guangzhou Automobile Group (GAC) revelou um novo conceito luxuoso de minivan elétrica em seu evento GAC Tech Day, dotado de um trem de força a hidrogênio sob medida. Batizado de Space, o veículo multiuso (MPV) com estilo futurista também foi apresentado com alta tecnologia de direção autônoma.

Alguns de seus detalhes externos são os faróis sequenciais, as grades iluminadas e o teto inspirado na arquitetura tradicional chinesa. Já quando a minivan precisa “se dirigir sozinha”, a GAC apresentou uma configuração interna que pode recolher e esconder o volante, liberando mais espaço para os passageiros.

publicidade

Leia também:

Parte do volante da minivan
Imagem: Reprodução/Guangzhou Automobile Group/Weibo

No evento, a empresa também apresentou o Psi Operating System, seu primeiro sistema operacional desenvolvido de forma independente, em todo o veículo, de domínio cruzado e padronizado baseado na arquitetura elétrica e eletrônica X-Soul. Outro recurso apresentado foi o ADiGO Space Intelligent Cockpit System, que possui um assistente de voz inteligente para responder ao usuário em menos de 0,6 segundo.

Um ambiente tradicional de uma família chinesa

Configuração da minivan da GAC com bancos saindo da parte de trás do veículo
Imagem: Reprodução/Guangzhou Automobile Group/Weibo

Por dentro do Space, a montadora estatal, quinta maior fabricante de automóveis da China, diz haver “um ambiente acolhedor e harmonioso de uma família chinesa reunida à volta de uma mesa”. Aqui, a estrutura do luxuoso conceito de minivan pode estar em sintonia com o sistema de direção inteligente ADiGO Pilot da GAC, atualizado com 39 sensores avançados e uma plataforma de computação de alto desempenho.

Minivan vista de lado, com as portas abertas
Imagem: Reprodução/Guangzhou Automobile Group/Weibo

Já na parte do trem de força do MPV elétrico, algo nesse sentido é a arquitetura modular híbrida Mega Waves e o motor 1.5 litro movido a hidrogênio. Conforme traz a GAC, o componente apresenta um consumo de combustível de 0,84 kg/100 km. Ambas as tecnologias servirão como soluções-chave nos esforços da empresa para alcançar a neutralidade de carbono – o Space foi apresentado como conceito, o que significa que pode não entrar efetivamente em linha de produção.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!