A Bolt Mobility, startup de micromobilidade cofundada pelo atleta medalhista olímpico Usain Bolt, aparenta ter desaparecido do mercado. A empresa que é responsável pelo aluguel de bicicletas e patinetes elétricos deixou de operar em pelo menos 6 cidades dos Estados Unidos

As informações são do site TechCrunch, que tentou diversas tentativas de contato com Bolt, com o CEO Ignacio Tzoumas, com o departamento de comunicação e com outros funcionários da empresa, todas sem sucesso. O site informa que até o canal de atendimento ao cliente parece estar sem funcionários.

publicidade

Leia mais:

De acordo com as autoridades locais, a reportagem confirmou que as cidades são Portland, (Oregon), Burlington (Vermont), South Burlington (Vermont), Winooski (Vermont),  Richmond (Califórnia) e Richmond (Virgínia).

As mídias sociais da Bolt Mobility também esteve inativa nas últimas semanas. A última publicação da empresa no Instagram foi em 11 de junho. No Twitter, no dia 2 de junho.

Na cidade de Portland, a Bolt Mobility parou de operar no dia 1 de julho por causa de uma falha para fornecer um seguro e taxas que a empresa tinha pendentes com a cidade. Por esses motivos, a empresa teve a suspensão da permissão para operar na cidade, de acordo com um porta-voz de Portland.

Bryan Davis, planejador sênior de transporte de Chittenden (Vermont), informou que soube “algumas semanas atrás (por eles) que a Bolt está encerrando as operações” e também observou que a marca deixou de operar no dia 1 de julho. 

Davis informou que cerca de 100 bicicletas foram deixadas na cidade completamente inoperantes e com baterias descarregadas. “Eles desapareceram, deixando equipamentos para trás e e-mails e ligações sem resposta. Não conseguimos contatar ninguém, mas parece que eles também fecharam as lojas em outros mercados”, explicou Davis.

Semelhante ao que aconteceu em Chittenden, um porta-voz de Burlington disse que não recebeu comunicado da Bolt sobre o fim das operações. “Todos os nossos contatos na Bolt, incluindo seu CEO, ficaram em silêncio e não responderam aos nossos e-mails”, afirmou Robert Goulding, gerente de informações públicas do Departamento de Obras Públicas de Burlington.

O prefeito de Richmond (Califórnia), Tom Butt, disse a cidade está preparando um plano para remover cerca de 250 equipamentos da empresa que ficaram abandonados. “Infelizmente, a Bolt aparentemente faliu sem notificação prévia ou remoção de seus bens de capital da propriedade da cidade”. “Eles recentemente perderam o check-in da reunião mensal da cidade e não responderam a todos os seus clientes em todos os seus mercados,” relatou ele.

A última notícia sobre a Bolt Mobility é relacionada àa venda do seu sistema de navegação no aplicativo “MobilityOS”

Imagem: Tada Images / Shutterstock.com

Via: TechCrunch

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!