A General Motors (GM) anunciou nesta quarta-feira (3) que está ampliando seu sistema de direção assistida, batizado como Super Cruise. Os proprietários de carros com este sistema poderão utilizá-lo em 673.740 quilômetros de estradas da América do Norte.

“Esta expansão permitirá que o Super Cruise funcione em algumas rodovias divididas adicionais, mas a grande notícia é que a maior parte da expansão permitirá que o Super Cruise opere em rodovias não divididas”, disse David Craig, chefe de mapas da GM.  

publicidade

Leia também!

“Essas rodovias não divididas são tipicamente as rodovias estaduais e federais […] que conectam as cidades menores e municípios nos EUA e Canadá.” 

Assim como o sistema da Tesla, o Super Cruise é focado na direção assistida, ou seja, permite que o motorista ande sem as mãos no volante em estradas completamente mapeadas, mas pede que ele fique atento para tomar o controle em qualquer situação.  

O sistema usa de diversas tecnologias e sensores para monitorar o motorista enquanto é utilizado e, caso identifique a falta de resposta do condutor, é programado para disparar alarmes e até mesmo desacelerar e parar o veículo se necessário.  

Expansão do mapa do super Cruise da GM
Imagem: Divulgação/GM

O intuito da GM é que mais motoristas se interessem pelo adicional que pode custar entre US$ 2,2 mil e US$ 2,5 mil. A marca deve passar a oferecer o sistema de navegação assistida em 22 modelos até o final de 2023. 

“Super Cruise está realmente ajudando a redefinir a propriedade de veículos e é realmente parte de nosso caminho mais amplo para a autonomia na General Motors”, disse Mario Maiorana, engenheiro-chefe da Super Cruise.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!