Na última segunda-feira (29) estava marcado o tão esperado lançamento da missão Artemis 1 para a Lua. No entanto, uma série de falhas impediram o lançamento da missão, que foi remarcada para este sábado (3), quando finalmente esperamos ver os primeiros passos da humanidade para seu retorno à Lua. Mas o que causou o cancelamento da primeira data?

Mike Sarafin, gerente da missão Artemis 1, explicou melhor os problemas que causaram o adiamento. O executivo disse que no sábado, após relâmpagos atingirem a área, foi feita uma verificação que não constatou nenhum dano no foguete. Já na segunda foi encontrado um problema com o software da cápsula Órion. O erro estava na configuração da não ativação do módulo de controle e foi corrigido.

Depois das falhas no sistema, o abastecimento foi atrasado por um alerta de raios. Ainda houve um problema com o resfriamento do terceiro motor, de um total de quatro, do estágio central do foguete. “Encontramos um problema ao resfriar o motor nº 3. Precisamos que o motor esteja na temperatura criogenicamente fria, de modo que, quando der partida, não fique chocado com todo o combustível frio que flui através dele”, disse Sarafin.

Lançamento da Artemis 1 foi adiado para este sábado (3)

O erro na refrigeração estava sendo solucionado quando a contagem regressiva foi iniciada. Mas um novo problema, desta vez na válvula de ventilação no intertanque fez com que a NASA cancelasse o lançamento da Artemis 1. “Os desafios técnicos que encontramos com o sangramento do motor e a válvula de ventilação são apenas coisas que temos que dar uma olhada”, disse Serafim.

publicidade

Leia mais:

Conhecida como flange intertanque, essa parte conecta os tanques de hidrogênio líquido e oxigênio líquido do SLS. Os tanques podem conter um combinado de 730.000 galões (3,3 milhões de litros) de propelente. Além do problema técnico, o tempo na Flórida começou a fechar conforme chegava ao fim o período de duas horas reservado para o lançamento.

Agora, a NASA adiou o lançamento da missão Artemis 1 para o próximo sábado (3), em uma janela de duas horas que se inicia as 15h17 (horário de Brasília). A data não faz parte do calendário divulgado inicialmente, que previa novas tentativas de decolagem na sexta e na próxima segunda (5).

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!