A Lamborghini confirmou nesta segunda-feira, 26 de setembro, a montagem do último Aventador com motor a combustão, marcando o fim de um capítulo de 11 anos de história da marca italiana.

Assim como o Purosangue, o “SUV” da rival Ferrari, o supercarro conta com motor V12 aspirado sob o capô e sua despedida já estava prevista desde maio.

Segundo o comunicado de imprensa da fabricante, o último Lamborghini Aventador é a versão ‘LP 780-4 Ultimae Roadster’ personalizada com acabamento em azul. O destino do superesportivo de duas portas é a Suíça.

Vale lembrar que a versão Ultimae, com 600 unidades produzidas, já foi um indício de que o modelo estava perto do fim. Seu motor de 6,5 litros a gasolina gera nada menos que 769 cavalos e 720 Nm de torque sem a ajuda de um turbocompressor ou de motores elétricos.

publicidade

Agora, é esperado que a Lamborghini enfim abrace a era da eletrificação com um novo motor V12 híbrido.

Aventador híbrido foi flagrado na Itália

Fotógrafos já flagraram na última semana um protótipo do Aventador com sistema híbrido rodando na Itália. Apesar de não revelar nenhum detalhe mais técnico do carro, é possível notar algumas mudanças visuais. As setas, por exemplo, agora são separadas dos faróis.

Protótipo híbrido do Aventador. Imagem: Autoevolution/Reprodução

O que entrega o uso de propulsão elétrica é o fato do carro rodar com adesivos amarelos de advertência, indicando a presença de uma bateria de alta tensão. O plano da marca italiana é aliar o seu V12 aspirado a pelo menos um motor elétrico instalado na parte frontal do veículo.

Imagem principal: Lamborghini/Divulgação

Veja também:

Via: Autoevolution 1, 2

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!