O empresário Elon Musk continua com o intuito de fazer diversas mudanças pelo Twitter após se tornar o novo chefe da rede social. Em uma reunião com os funcionários restantes da plataforma, o bilionário afirmou que pretende tornar as mensagens diretas (DMs) criptografadas e deseja um bate-papo por voz.

As informações foram divulgadas pelo site The Verge. Segundo a matéria, que obteve uma gravação da reunião, Musk exibiu as ideias em um conjunto de slides que ele intitulou “Twitter 2.0” e as apresentou na sede da empresa, em São Francisco, nos EUA.

“Queremos permitir que os usuários possam se comunicar sem se preocupar com sua privacidade e com uma violação de dados no Twitter, fazendo com que todas as suas DMs acessem a web, ou pensem que talvez alguém no Twitter possa estar espionando as DMs”, afirmou Musk. “Isso obviamente não vai ser legal e já aconteceu algumas vezes antes”, completou.

Imagem: Reprodução/Shutterstock
Imagem: Reprodução/Shutterstock

Em 2018, o Twitter revelou que mensagens diretas de vários usuários haviam sido expostas para pessoas não autorizadas, um caso que provavelmente passou pelos pensamentos de Musk. Outra situação envolvendo as DMs ocorreu no início deste ano, quando o governo dos EUA acusou um ex-funcionário de invadir os dados de usuários a pedido do governo da Arábia Saudita, apesar não ter sido revelado se as mensagens foram realmente utilizadas,

publicidade

Com isso, Musk está disposto a implementar a criptografia e enxerga a medida como prioridade máxima para seu “Twitter 2.0”. “Deve ser o caso de eu não poder olhar para os DMs de ninguém se alguém colocar uma arma na minha cabeça”, afirmou o empresário na reunião.

Nesse sentido, o chefe do Twitter comparou o recurso com as medidas de segurança que são executadas no Signal, aplicativo de mensagens criptografado. Musk elogiou o mensageiro e revelou que está conversando com o criador do app, Moxie Marlinspike, que estaria decidido a ajudar a plataforma do passarinho azul.

Leia também!

“Ironicamente, Moxie Marlinspike trabalhou no Twitter e realmente queria fazer DMs criptografados há vários anos, mas foi negado e então criou o Signal”, disse Musk, que também aproveitou o gancho para falar sobre outra inspiração do mensageiro: “Também queremos ter a capacidade de fazer bate-papo por voz e vídeo via DMs”.

Musk ainda comentou sobre a exigência do Signal sobre o usuário em relação ao número de celular, que deve ser fornecido ao sistema antes do acesso definitivo do app. Assim, o empresário aponta que o Twitter não precisaria dessa questão e facilitaria a implementação de um canal seguro.

Informações via The Verge

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!