The Witcher: A Origem, novo spin-off da famosa série da Netflix The Witcher, estreia neste domingo (25). Durante a CCXP22, o Olhar Digital conversou com membros do elenco da nova produção, incluindo os protagonistas, Sophia Brown e Laurence O’Fuarain, e também Joey Batey, que vive o bardo Jaskier na série principal.

A participação de Batey na nova série foi revelada durante o evento, e ele se impressionou com os fãs presentes. “Aquilo foi surreal. Aquilo foi ótimo,” disse o ator em entrevista ao Olhar Digital. “Foi bom ver esse derramamento de paixão como você estava dizendo [disse ele apontando para O’Fuarain], de amor, mas de todas as idades também. Essa foi a coisa que eu realmente amei. Você pode ver pessoas que eram obcecadas pelos livros, pessoas que vieram dos jogos e outras pessoas que vieram da série de TV.”

Leia mais:

Sobre manter sua participação em sigilo até ali, Batey disse, em tom brincalhão: “Minha vida é feita de segredos, não vou mentir para você.” Então, ele explicou sua entrada para a série. “Eu gravei uma sequência para a série enquanto vocês [se referindo a Sophia Brown e Laurence O’Fuarain] estavam filmando, e então [o criador do spin-off] Declan [de Barra] me chamou e disse: ‘Gostaríamos de mudar algumas coisas, gostaríamos de fazer uma sequência totalmente nova e realmente dobrar em alguns dos temas de narrativas, temas de como narrativas podem revolucionar o mundo.”

publicidade
the witcher a origem
Joey Batey, Sophia Brown e Laurence O’Fuarain em entrevista ao Olhar Digital. Imagem: Netflix

Ele continuou: “E então eu disse: ‘Ah sim, com certeza, eu adoraria fazer isso, não sei se tenho tempo, porque estou gravando a 3ª temporada’, e [Declan de Barra] disse: ‘não, nós vamos fazer isso funcionar, nós vamos fazer dar certo’. E então, depois ele disse bem baixinho: ‘você percebeu que isso vai ser péssimo, que você vai ficar três dias em uma floresta no frio congelante às 4 horas da manhã? Vai ser brutal’. E eu fiquei tipo ‘Ok, quero dizer, agora eu já disse sim’.”

Apesar deste ponto, Batey se disse animado com a história da série: “Mas eu estava tão empolgado por fazer parte dessa história que o roteiro me atraiu, e eles estão explorando coisas dos livros e da série principal que eu queria ver há tanto tempo,” explicou.

Fjall e Éile

Laurence O’Fuarain e Sophia Brown em The Witcher: A Origem. Imagem: Netflix

Enquanto Joey Batey já tem um rosto conhecido na franquia The Witcher, os dois protagonistas da nova série estão, nas palavras de Laurence O’Fuarain – que interpreta o guerrero Fjall, do clã dos Cães -, “em estágios parecidos” em suas carreiras. Sophia Brown – que vive a lutadora Éile, do clã dos Corvos -, se mostrou muito animada com a reação dos fãs, e destacou os fãs presentes na CCXP22 “Aquilo nunca aconteceu comigo antes”, disse ela, para o riso dos colegas.

Além disso, ela destacou sua preparação para viver a personagem: “Bem, acho que talvez a primeira coisa foi me lembrar de como respirar,” disse ela aos risos. “E a partir daí foi ler o roteiro e relê-lo, relê-lo. E então ir construindo a personagem.” Tanto ela, quanto O’Fuarain destacaram ter ficado dois meses se preparando para a série.

“E eu e Sophia estávamos lá todos os dias, estávamos desenvolvendo nossas habilidades de luta e nos certificando de que estávamos desenvolvendo nossa amizade por meio disso”, explicou O’Fuarain sobre o desenvolvimento da química entre eles para a série. “Sim, nós meio que apenas vivemos e respiramos a história juntos e também estamos no mesmo estágio de nossas carreiras, estamos um pouco sobrecarregados com isso, todo o trabalho em si. Então nós meio que nos apoiamos, ‘vai ficar tudo bem’, e apoiamos um ao outro nesse sentido.”

Enquanto Batey já é um veterano de The Witcher, Brown e O’Fuarain acabam de entrar para a “família” da franquia, e ela explicou esta sensação. “Nosso série ainda nem foi lançada, mas já existe uma base de fãs leal e tanto amor pela série, é tão incrível”, disse ela. “Quando entramos no processo, viemos com tantas expectativas para nós mesmos, por uma base de fãs tão incrível, mas, em simultâneo, tem sido uma loucura, estou animada para que todos vejam [a série]. Fazer parte da família do universo The Witcher, para mim, é incrível.”

Além de ser novidade para a dupla participar de uma grande franquia, eles contaram coisas novas que fizeram durante as filmagens da série. “Equitação eu acho que foi grande para mim. Na verdade, fiquei muito bom no cavalo”, contou O’Fuarain.

Já para Sophia Brown, a água foi um problema. “Não sou a maior fã de água, e houve uma cena em que tive que ficar submersa na água e abrir os olhos, mas eu nunca consegui fazer isso. E eu me lembro de pensar ‘este é o momento em que você abrirá os olhos debaixo d’água’. E eu fiz isso por uns quatro segundos e pensei ‘é isso’. Eu estava orgulhosa de mim mesma”, disse ela.

Para relembrar tudo o que aconteceu relacionado à Netflix na CCXP22, acesse a reportagem do Olhar Digital.

O que é The Witcher: A Origem?

Em 2020, a Netflix anunciou que seria criada uma minissérie dentro do universo The Witcher. A nova produção, que terá um total de seis episódios, é um prelúdio da série principal, que adapta os romances de mesmo nome de Andrzej Sapkowski, muito famosos por servirem de base para a criação dos games The Witcher.

Além de Laurence O’Fuarain, Sophia Brown e Joey Batey, o elenco de The Witcher: A Origem conta com a aclamada atriz Michelle Yeoh. A série retratará a criação do primeiro bruxo, assim como os eventos que levaram à Conjunção das Esferas. A produção se passa 1200 antes das aventuras de Geralt de Rivia em The Witcher.

Confira a sinopse oficial de The Witcher: A Origem: “Toda história tem um começo. Os relatos da formação do Continente nunca haviam sido revelados… até agora. The Witcher: A Origem é uma nova série ambientada em um mundo élfico, 1.200 anos antes de tudo o que acontece em The Witcher. É uma narrativa que se perdeu no tempo, explorando a criação do primeiro protótipo de bruxo e os acontecimentos que levaram à Conjunção das Esferas, momento em que os mundos dos monstros, dos humanos e dos elfos passaram a ser um só.”

The Witcher: A Origem estreia na Netflix no próximo domingo, 25 de dezembro.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!