Mesclando doçura com um leve azedinho, os kiwis são uma fruta que talvez não agrade a todos. Mas ela que tem mais para oferecer, além de seu sabor. Apesar de bastante associado à Nova Zelândia, que popularizou o alimento no Ocidente e batizou o fruto com o mesmo nome de uma ave típica do país, sua origem está na China. Independentemente de onde ele vem, o mais importante que existem benefícios do kiwi para sua saúde. A seguir, listamos cinco deles.

Leia também:

Fortalece a imunidade

Por ser rico em vitamina C, um dos benefícios do kiwi para a saúde é o reforço da imunidade. Uma porção de 100 g da fruta corresponde, aproximadamente, a 230 % da ingestão diária recomendada de vitamina C. Manter uma ingestão adequada da vitamina garante o fornecimento de nutrientes que contribuem para a manutenção do sistema imune, o que deixa o organismo menos vulnerável a infecções virais como a gripe.

É bom para o coração

Coração. Imagem: Shutterstock
Ingestão de kiwi pode melhorar pressão arterial. Imagem: Shutterstock

Um estudo do Hospital Universitário de Oslo, na Noruega, aponta que a ingestão regular de kiwi pode contribuir para evitar a hipertensão. E explicação para isso é a elevada presença de luteína nesse alimento, uma substância capaz de reduzir a inflamação em vasos sanguíneos. Outro estudo, este do Centro de Saúde La Alamedilla, na Espanha, concluiu que comer ao menos um kiwi por semana pode melhorar os níveis de triglicérides no sangue e também incrementar as taxas de HDL, o bom colesterol.

publicidade

Faz bem para a vista

Assim como ocorre com a cenoura e o tomate, o kiwi é rico em carotenoides, que fornecem proteção contra a degeneração da visão. Além disso, os antioxidantes presentes na fruta também ajudam a preservar a córnea e a retina, já que combatem os efeitos de radicais livres, reduzindo também a oxidação das células e tecidos dos olhos.

Além disso, os antioxidantes presentes nesse alimento combatem os efeitos tóxicos de radicais livres e a redução do estresse oxidativo nas células e tecidos dos olhos.

Ajuda na digestão

câncer de estômago
Imagem: PopTika/Shutterstock

Os kiwis são ricos em fibras, tanto as insolúveis (presente nas sementes) quanto as solúveis (presente na polpa). A primeira estimula a circulação das fezes pelo sistema digestivo, enquanto a segunda retém o ácido biliar e reduz os níveis de colesterol no sangue. Como as fibras também são resistentes à digestão, elas passam mais tempo no estômago, mantendo a sensação de saciedade. Além disso, a fruta tem a enzima actidina, que auxilia na digestão de proteínas de outros alimentos, principalmente carnes e derivados do leite.

Pode amenizar a asma

A já mencionada abundância em vitamina C ainda tem outro efeito benéfico, além de ajudar o sistema imune. A vitamina C também parece amenizar alguns sintomas da asma, como o “chiado” na respiração, melhorando a frequência respiratória, de acordo com artigo publicado na revista Clinical and Translational Allergy. Os resultados do estudo, no entanto, indicam que os efeitos são mais evidentes em crianças com idade entre 7 e 8,2 anos.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!