Um vulcão adormecido no Alasca há mais de um século pode entrar em erupção a qualquer momento, segundo cientistas. O Tanaga, como é conhecido o vulcão, tem altitude máxima de cerca de 1800 metros e está localizado no arquipélago de ilhas vulcânicas Aleutas.

O alerta dos cientistas sobre a possível erupção veio após os seguidos terremotos que têm assolado a região, o mais forte nas últimas 24 horas atingiu magnitude 3,9. Os tremores de terra tem acontecido várias vezes por minuto, e a cada novo que é detectado mais altas se tornam as chances do Tanaga entrar em erupção, segundo Observatório de Vulcões do Alasca.

Os pesquisadores já chegaram a emitir um alerta laranja, o que significa que o vulcão está sob vigilância. 

Outro vulcão na mesma ilha, o Takawangha, a cerca de 8 quilômetros de distância do Tanaga, também está sob monitoramento devido ao aumento de suas atividades. Os pesquisadores ainda não tem certeza de qual dos dois irá entrar em erupção.

publicidade

A atividade está definitivamente acima do plano de fundo. A sismicidade é elevada e estamos vendo numerosos terremotos perto dos vulcões Tanaga e Takawangha. Isso não significa que uma erupção seja iminente ou que irá ocorrer, mas estamos observando os vulcões de perto em busca de outros sinais de atividade vulcânica ou erupção.

David Fee, membro do Observatório de Vulcões do Alasca, em resposta a Newsweek.

O Tanaga é um estratovulcão, vulcões cônicos de altas altitudes conhecidos por serem os mais mortíferos. No entanto, uma erupção dele, não causaria danos imediatos às pessoas, já que a ilha em que se encontra não é habitada.

Apesar disso, a comunidade de Adak, localizada a cerca de 100 quilômetros do vulcão, poderá ver as cinzas do vulcão. Além disso, as nuvens de fuligem também podem atrapalhar o tráfego aéreo e marítimo.

Leia mais:

Últimas erupções do Tanaga

A última vez que o Tanaga entrou em erupção foi em 1914 e os pesquisadores não possuem muitos detalhes do que possa ter acontecido, por isso sua atividade vulcânica ainda é um pouco misteriosa.

Existem vários vulcões nesta área de sismicidade elevada. Relativamente pouco se sabe sobre as erupções passadas em Tanaga, mas acreditamos que geralmente consistiam em blocos de fluxos de lava e ocasionais nuvens de cinzas.

David Fee

As outras vezes que se tem registro do vulcão ter entrado em erupção foram em 1763, 1770, 1791 e 1829. Mesmo sem muitas informações, o US Geological Survey (USGS) aponta que uma possível erupção pode acontecer a partir da abertura do cume ou em uma abertura satélite.

O Observatório de Vulcões do Alasca segue monitorando as atividades do vulcão.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!