A Volkswagen começou os testes do ID.Buzz, a Kombi elétrica autônoma da marca, em um serviço de ridepooling em Hannover, na Alemanha. Trata-se de um modelo de corrida compartilhada, como o de “lotação” popular no Brasil. O principal diferencial é que o veículo não requer motorista humano.

Leia mais:

ID. Buzz
Foto: Volkswagen/Divulgação

Serviço de Kombi elétrica

  • Apesar de trabalhar sem um motorista, há a possibilidade de oferecer o serviço de viagens compartilhadas da maneira convencional, com um condutor.
  • O modelo elétrico será utilizado pela Moia Mobility, serviço de mobilidade alemão, e substituirá o Pluto.
  • O Pluto se aproxima de sua aposentadora: o veículo baseado na van Crafter foi lançado pela Volkswagen em 2006, tem velocidade máxima de 90 km/h e autonomia de 300 km por carga.
  • Atualmente, são 565 e-Crafter (a versão elétrica do Pluto) em circulação em Hannover e Hamburgo, onde a Moia Mobility atua. Futuramente, eles serão substituídos pela Kombi elétrica.
  • Quem quiser usar o carro como lotação pode aderir a um modelo que se assemelha ao Uber no Brasil: basta baixar o aplicativo da empresa e se cadastrar na plataforma; os custos da viagem serão mostrados no app antes de o pedido ser processado.
O ID Buzz é a versão elétrica da Kombi criada pela Volkswagen.
Foto: Volkswagen/Divulgação

ID.Buzz da Volkswagen

A expectativa da Moia Mobility é que a Kombi substituia os Plutos elétricos por completo em 2025. Isso porque, até a data, a empresa criada pela Volkswagen terá tempo de expandir os serviços de lotação autônoma para outras 15 cidades da Alemanha.

Segundo Christian Buhlmann, chefe de comunicações da área de veículos comerciais da Volkswagen, em entrevista ao Auto Esporte, o próximo passo para o serviço do ID.Buzz é “provar que o modelo pode funcionar”. Para ele, isso, deverá ser feito de forma gradual.

publicidade
O ID Buzz é a versão elétrica da Kombi criada pela Volkswagen.

Kombi no Brasil

Por enquanto, ainda não há uma data para o início das vendas da Kombi no Brasil. Sabe-se que a Volkswagen planeja trazer o ID.Buzz em 2025, mas a empresa continua fabricando lotes limitados em Hanover.

Por aqui, o preço deve ultrapassar o de outros carros da marca, possivelmente se tornando o veículo mais caro da empresa. Na Europa, o elétrico sai a partir de 65 mil euros — mais de R$ 350 mil.

Mais detalhes sobre o ID Buzz

  • O ID.Buzz possui 4.712 mm de comprimento, 1.980 mm de largura e 1.938 mm de altura e também vem equipado com faróis de LED e para-brisa aquecido.
  • Além do modelo tradicional de cinco lugares, a Volkswagen planeja introduzir uma variante com sete lugares.
  • As primeiras unidades serão vendidas com um único motor elétrico de 201 cavalos montado no eixo traseiro, e três modos de direção: Eco, Comfort e Sport. 
  • Por padrão, o veículo virá com bateria de 77 kWh de capacidade; segundo a Volkswagen, o alcance estimado por carga é de cerca de 400 km.
  • Sua capacidade de bagagem é bastante generosa, com 1121 litros por padrão, ou 2205 litros com os bancos traseiros rebatidos.
  • O veículo pode ser carregado usando eletricidade doméstica e também suporta carregamento bidirecional, ou seja, o proprietário consegue usar o carro para alimentar outros eletrônicos. 
  • No Reino Unido, são três variações disponíveis: a Life, Style e 1st Edition.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!