O Brasil registrou aumento de quase 90% no número de carros eletrificados emplacados, quando estão na lista os modelos híbridos e totalmente elétricos. Os números são da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

Leia mais:

Vídeo relacionado

O que você precisa saber:

  • O Brasil ainda carece bastante de carros eletrificados, que poluem menos (ou nada) e economizam muito em custo de manutenção, mas a situação vem melhorando
  • Comparando entre maio de 2022 e de 2023, foram emplacados 89,9% mais carros movidos por motor híbrido ou elétrico
  • Deste total, apenas uma pequena fração é totalmente elétrico e o setor é dominado pelos híbridos
  • Mesmo mais econômicos no custo de movimentação e manutenção, os carros eletrificados ainda custam o dobro de um tradicional

O mercado de carros eletrificados ainda é bastante pequeno no Brasil, mas os números crescem em taxa bastante elevada. Aos poucos a quantidade de fabricantes e modelos vai aumentando e o preço inicial deles fica menos distante do que encontramos com motor tradicional, seja com gasolina, etanol ou os dois.

Em uma coletiva de imprensa nesta semana, a Anfavea liberou o número de emplacamentos de carros eletrificados no Brasil, focando em abril e maio de 2023 e o comparativo com os últimos 12 meses. Começando pela data mais próxima, foram 5,6 mil carros híbridos vendidos, número que também contempla os automóveis comerciais como furgões e vans.

publicidade
Números de carro elétrico e híbrido vendidos no Brasil (Imagem: divulgação/Anfavea)
Números de carro elétrico e híbrido vendidos no Brasil (Imagem: divulgação/Anfavea)

Já os movidos exclusivamente com baterias somam cerca de 600 unidades para maio de 2023. Este é o cenário menos animador, já que ele segue o mesmo nos últimos dois meses. Por outro lado, somando todo o mercado de eletrificados, o crescimento nas vendas foi de 34,4% desde o mês passado.

Preço dificulta crescimento maior do carro híbrido

Quando a conta considera os últimos 12 meses, o Brasil conseguiu emplacar 89,9% mais carros eletrificados. Em maio de 2022 o país emplacou 3,4 mil veículos com algum motor movido por baterias, enquanto no mesmo período deste ano foram 6,4 mil. Já quando os números anuais são comparados, a situação é mais positiva para todos.

publicidade
SUV híbrido Haval H6 GT (Imagem: divulgação/GWM)
SUV híbrido Haval H6 GT (Imagem: divulgação/GWM)

Em 2020 foram 19,7 mil carros elétricos e híbridos emplacados, em 2021 marcamos 35 mil modelos e em 2022 o Brasil registrou 49,2 mil veículos. Os números somados entre janeiro e maio de 2023 já ultrapassam a metade de todo ano passado, o que deve colaborar para mais um ano de crescimento.

Os carros híbridos são mais econômicos no combustível, mas ainda custam quase o dobro de um vendido com motor exclusivamente movido com gasolina ou etanol. O elétrico mais barato do Brasil beira R$ 150 mil e R$ 140 mil para um híbrido básico, já o com tração tradicional parte de menos da metade desse custo.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!