Thermal Throttling é mais um dos termos da computação de origem inglesa, cujo significado prevê uma metáfora que pode ser traduzida livremente como “estrangulamento térmico”. Este nome complicado nada mais é do que um mecanismo de segurança previamente instalado em muitos computadores, responsável por diminuir a temperatura do processador e evitar o superaquecimento. Enquanto esse mecanismo entra em ação, contudo, a máquina pode apresentar certa lentidão. A seguir, confira mais informações sobre o Thermal Throttling e por que seu PC fica lento quando aquece.

Leia mais:

Qual a relação do Thermal Throttling, superaquecimento e lentidão do PC?

Ilustração digital de processador Intel Core
(Imagem: Divulgação/Intel)

O superaquecimento, como o próprio nome já indica, é o aumento significativo da temperatura dentro do sistema de hardware da máquina, seja um desktop ou notebook. Há inúmeras razões para isso acontecer, mas as principais consistem na ausência de ventilação adequada (seja porque não há sistema de refrigeração ou porque as saídas de ar estão bloqueadas) e na execução de tarefas pesadas demais em determinados modelos de computador (como rodar jogos pesados e com gráficos complexos em um notebook simples).

Quando a alta temperatura se acumula dentro da máquina, todo o sistema de hardware pode sofrer com isso, o que impede o computador de funcionar normalmente, diminuindo sua vida útil e, em casos extremos, queimar componentes e inutilizar a máquina. É por isso que durante um superaquecimento, o seu PC fica lento: a alta temperatura prejudica as peças, o que diminui o seu desempenho e prejudica até mesmo as ações mais simples de uma máquina.

publicidade
sistema de refrigeração cooler em gabinete
Sistemas de refrigeração também são imprescindíveis para regular a temperatura dentro do gabinete evitar o superaquecimento (Divulgação: Cooler Master)

Prevendo que isso poderia acontecer com alguns consumidores, as desenvolvedoras construíram um recurso intitulado de Thermal Throttling. Infelizmente, ele não está presente em todos os modelos disponíveis no mercado; mas se a sua máquina dispõe de tal tecnologia, saiba que durante o superaquecimento, o Thermal Throttling é ativado de forma automática: ele obriga o processador do computador a “pegar leve” no seu desempenho, o que por sua vez ajuda a diminuir a alta temperatura acumulada dentro do sistema de hardware.

Dessa forma, o Thermal Throttling ajuda a aliviar a alta temperatura do processador para que a peça não queime e previne que o sistema inteiro entre em colapso. Contudo, como o recurso obriga o PC a “pegar mais leve”, isso também pode deixá-lo um pouco mais lento; mas é algo temporário, só até as peças esfriarem.

Mas como o Thermal Throttling trabalha? Basicamente, ele obriga o processador a diminuir a sua tensão durante o funcionamento, o que ajuda a proteger chip, mas limita as ações do sistema, o que o deixa um pouco instável. Essa tecnologia também está presente na arquitetura de GPUs, mas é mais frequentemente encontrada em processadores.

Mas e se o meu PC não tiver Thermal Throttling?

Reiniciando pc, reiniciar pc
Reprodução: Wagner Edwards

Após detectar o superaquecimento do seu PC, o mais indicado é parar de utilizá-lo, fechar todos os programas que estavam em execução e aguardar alguns minutos até o sistema normalizar. Em seguida, é recomendado reiniciar a máquina.

Infelizmente, isso nem sempre é possível. Mas aqui vai uma boa notícia: dificilmente o seu processador será afetado de forma irreversível, visto que há outros mecanismos de segurança que tendem a auxiliar no superaquecimento –– como é o caso de alguns comandos de fábrica nos PCs, que ao detectaram determinado nível de alta temperatura, desligam a máquina automaticamente.

A única exceção é se os sistemas de refrigeração e proteção do PC estiverem desativados. Neste caso, o seu processador (e as demais peças) enfrentarão um problema gravíssimo se a temperatura não for reduzida.

O que pode ajudar a prevenir o superaquecimento?

  • Instalar um bom sistema de refrigeração (preferencialmente water coolers);
  • Se possível, não realizar tarefas pesadas em notebooks (como rodar programas pesados e jogos);
  • Usar um suporte com ventoinhas grandes e rápidas (no caso de notebooks);
  • Não usar o seu PC para tarefas divergentes ao seu tipo de especificação técnica (como rodar programas como AutoCAD, Pacote Adobe, ou jogos pesados em PCs com pouquíssima RAM e sem placa de vídeo e sistema de refrigeração);
  • Jamais tapar as saídas de ar;
  • Manter as saídas de ar sempre limpas;
  • Manter a máquina, preferencialmente, em ambientes ventilados e longe do sol.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!