Na terça-feira (12), o ufólogo e jornalista Jaime Maussan apresentou ao Congresso do México os restos mortais de dois supostos alienígenas. A demonstração dos espécimes aconteceu durante uma audiência sobre fenômenos anômalos não identificados e gerou muitos comentários nas redes sociais. No entanto, Maussan já esteve envolvido em várias fraudes quando o assunto é extraterrestre e pode não ser tão confiável.

De acordo com ufólogo, os restos alienígenas foram encontrados em uma mina em Cuzco, no Peru, e teriam sido enterrados há cerca de mil anos. Os corpos teriam sido estudados pela Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), que constatou que 30% do DNA deles era desconhecido, mas não existem provas que apontem que eles pertenciam a extraterrestres.

Supostos alienígenas no México (Imagem: Divulgação)

A realização do estudo foi confirmada pelo Instituto de Física da UNAM, no entanto, a instituição pontua que o estudo foi solicitado de forma particular, sem a análise do DNA, sendo apenas uma pesquisa de datação de carbono, que apontou a idade dos cadáveres, não sua origem. Além disso, a UNAM aponta que não se responsabiliza qualquer uso, interpretação ou distorção de qualquer informação emitida por ela.

Leia mais:

publicidade

Fraudes envolvendo Jaime Maussan

Essa não é primeira vez que Maussan anuncia restos mortais de alienígenas. Em 2017, o ufólogo alegou ter encontrado 5 múmias extraterrestres em Nazca, no Peru, que posteriormente descobriu serem falsas. O raio-x daqueles exemplares mostrou que, na verdade, os corpos eram forjados e usavam ossos de crianças humanas e outros animais.

Ao longo de sua carreira, que dura mais de 50 anos, o jornalista protagonizou uma lista de fraudes que envolvem extraterrestres e outras conspirações.

Em julho de 1991, quando um eclipse solar aconteceu no México, o ufólogo, e na época um respeitado jornalista, alegou ter visto um OVNI no céu, mas, na verdade, era o planeta Vênus, que parecia muito mais brilhante. Já em 2000, o canal Sci-FI realizou uma campanha viral onde mostrava um OVNI nas Torres Gêmeas, de Nova York, apesar de ser CGI, Maussan tomou como verdade.

Ao todo, foram dezenas às vezes em que o ufólogo divulgou alguma mentira, e parece que ele realmente acredita nelas. Em resposta a abc, a astrônoma da UNAM, Julieta Fierro, sobre os extraterrestres apresentados no México ontem, disse que o ufólogo aponta conversar com os extraterrestres. 

Maussan fez muitas coisas. Ele diz que conversou com a Virgem de Guadalupe. Ele me disse que os extraterrestres não falam comigo como falam com ele, porque eu não acredito neles.

Julieta Ferro

Além disso, muitas pessoas da comunidade científica apontam desconfiar dos apontamentos de Maussan e alertam que qualquer informação divulgada por ele deve ser investigada antes de ser tomada como verdade.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!