O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) colocou nove estados do Brasil em “alerta vermelho” por conta das altas temperaturas. A classificação de calor é válida a partir desta quarta-feira (20) até o fim da tarde de domingo (24).

De acordo com o Inmet, o alerta é emitido para os estados que estão com temperaturas máximas cerca de 5°C acima da média do mês durante um período de mais de cinco dias.

O que você precisa saber?

  • Onda de calor fez o Inmet colocar alerta vermelho em nove estados;
  • As temperaturas podem passar dos 40°C em algumas regiões;
  • O nível de calor esperado atingirá níveis perigosos, colocando especialmente a população mais vulnerável em risco (enfermos e idosos).

Esse tipo de alerta é dado quando existe um “fenômeno meteorológico é de intensidade excepcional, com grande probabilidade de ocorrência de grandes danos e acidentes, com riscos para a integridade física ou mesmo à vida humana”.

Leia mais:

publicidade

Quais estados estão em alerta vermelho do Inmet?

  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Rio de Janeiro
  • São Paulo
  • Mato Grosso
  • Pará
  • Goiás
  • Mato Grosso do Sul
  • Tocantins.

De acordo com o Inmet, é esperada uma piora a partir de sexta-feira (22). As temperaturas máximas devem passar dos 40°C em áreas das regiões Centro-Oeste e Norte, além do interior de São Paulo, especialmente. Na capital paulista, são esperadas temperaturas máximas acima dos 35°C a partir de sexta-feira.

Vale destacar que junho a setembro é a estação mais seca no Centro do Brasil, um fator que também contribui pata eventos de temperatura extrema.

Qual é o recorde de calor registrado no Brasil?

A temperatura mais alta já registrada no Brasil foi de 44,8°C em Nova Maringá, Mato Grosso, em 4 e 5 de novembro de 2020.

O que é uma bolha de calor?

Uma bolha ou cúpula de calor é criada quando uma área de alta pressão permanece sobre a mesma área por dias seguidos, “prendendo ar muito quente por baixo assim como uma tampa em uma panela”, explica o MetSul.

Como se proteger de uma onda de calor extremo?

As recomendações dos especialistas em saúde incluem beber muito líquido, usar roupas leves, se proteger com chapéu, óculos de sol, usar protetor solar e evitar esforço físico nas horas mais quentes do dia. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!