A quantidade de usuários de 5G deve crescer consideravelmente nos próximos quatro anos em todo o mundo. E o Brasil será um dos impulsionadores dessa expansão. Dados da consultoria Omdia apontam que, até 2027, 61% dos acesso à rede em território brasileiro serão a partir da nova geração móvel de internet.

Leia mais

Crescimento do 5G

  • A rede 5G completou um ano de implementação no Brasil em julho de 2023, com cerca de 10 milhões de acessos. 
  • A previsão é que esse número aumente em cerca de 10 vezes até 2027.
  • Segundo o levantamento, o crescimento seria motivado pela rápida expansão da rede e pelo lançamento de novos aparelhos que possuam a tecnologia.
  • Nos próximos quatro anos, o documento aponta que o 4G ainda será usado em 36% dos acessos e o 3G em 3%.
  • As informações são do portal Tele.Síntese.
Chegada da rede 5G completou um ano de implementação no Brasil em julho de 2023 (Imagem: rafapress / Shutterstock.com)

Brasil também é destaque na fibra óptica

Os dados da consultoria Omdia ainda apontam que o Brasil é um dos três países do mundo (junto com China e Índia) que que mais adicionam clientes de fibra óptica ano a ano. E que ainda há espaço para um crescimento ainda maior neste setor.

Até o final de 2022, o Brasil era o segundo país com mais adições, mas foi superado após o governo indiano realizar grandes investimentos na tecnologia nos últimos dois anos. Já a China está crescendo 10% ao ano (51 milhões de acessos). O país já tem mais de uma conexão por fibra por domicílio.

publicidade

Por aqui, ressalta o documento, ainda há espaço para prestadores de serviço de banda larga crescerem. As adições líquida ano a ano no primeiro trimestre subiram 19%, somando 5 milhões. E a taxa de penetração é de apenas 42%.

Enquanto isso, a Índia deverá manter elevados índices de expansão nos próximos anos. Cresceu 65% ano a ano no primeiro trimestre, o que representa adição de 9 milhões de usuários. Mas tem penetração de apenas 8% dos domicílios.