O Sol é a estrela que a humanidade mais conhece, mas ainda assim existem alguns mistérios sobre ele, como seu tamanho exato. Isso acontece porque, apesar de boa parte dos corpos celestes parecerem esféricos, eles possuem superfícies acidentadas ou formas pouco regulares, podendo apresentar diferentes tamanhos dependendo da forma como é feita a medição. É isso que aconteceu em uma nova pesquisa que mediu o Sol.

  • Atualmente o tamanho oficial do Sol é de 695.700 quilômetros de raio;
  • Essa medida foi definida em 2015 pela União Astronômica Internacional e se baseia em observação da fotosfera;
  • Essa é a camada mais próxima da atmosfera, sendo considerada a superfície da estrela.

Apesar desse método ser considerado oficial, essa não é a única forma de medir o Sol, e as diferentes maneiras fornecem diferentes medidas. No passado, antes de usar observações da fotosfera, o raio da estrela era medido a partir de ondas sonoras conhecidas como ondas r. Essas vibrações acontecem próximo à superfície e fornece um valor diferente do usado atualmente.

Leia mais;

Outra forma de medir o tamanho do Sol

Agora na nova pesquisa, publicada recentemente no Monthly Notices of the Royal Astronomical Society e conduzida por Masao Takata e Douglas Gough, é usada uma técnica de asterosismologia onde são analisadas as ondas sonoras p. Elas atravessam todo o Sol, inclusive o núcleo, e ao rastrear o movimento delas dentro da estrela foi possível calcular o seu tamanho. Em resposta ao IFLScience, Dough explicou o porquê da técnica ser escolhida.

publicidade

É um método diferente. Eu não diria que é melhor. Tem algumas vantagens e desvantagens. Os modos P são ondas sonoras e se propagam através do Sol. Então, na verdade, eles estão dando uma medida de todo o Sol. Considerando que o modo f é uma onda de superfície e mede as camadas superficiais.

Douglas Gough

A partir dessas medições, descobriu-se que o raio do Sol é 695.780 quilômetros, 80 quilômetros a mais que a medida oficial da União Astronômica Internacional.

Por que as medidas são diferentes?

Takata e Gough explicam que as diferenças no tamanho do Sol a partir de medições por métodos ondulatórios e visuais ainda não está claro, mas acredita-se que possa ter a ver com o ciclo solar. Se ele afetar mais a superfície e o brilho da estrela, as análises realizadas a partir da fotosfera e das ondas R podem ser alteradas.

No entanto, isso é apenas uma hipótese e as diferenças podem ser causadas por outros motivos. Existem muitas coisas que ainda não sabemos sobre o Sol, e saber o tamanho exato dele é importante para diversas áreas de pesquisa. Os fluxos de neutrinos solares, por exemplo, variam com o tamanho do Sol e saber essa taxa é importante para vários estudos.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!
Também estamos no WhatsApp e no Telegram, participe!