O buraco negro supermassivo da Via Láctea, Sagitário A* possui uma estrela próxima de si. Ocorre que essa estrela pode não ser de nossa galáxia.

É o que diz um estudo liderado por Shogo Nishiyama, da Universidade Miyagi de Educação (Japão) e publicado na Proceedings of the Japan Academy Seires B. É a primeira vez que uma estrela “estrangeira” é vista circundando Sagitário A*.

Leia mais:

Sagitário A*

  • O buraco negro supermassivo da Via Láctea também é chamado de Sagittarius A* ou apenas Sgr A*;
  • Ele se encontra no centro de nossa galáxia;
  • Boa parte do tempo, ele permanece adormecido, absorvendo gás e poeira de vez em quando;
  • Essa estrela “intrusa” não é a única ao redor de Sagitário A*; existem várias outras;
  • Contudo, como a gravidade do buraco negro supermassivo é forte demais, o ambiente não é o ideal para a formação de outras estrelas;
  • Essa constatação dá a entender que todas as estrelas lá existentes se formaram em outros locais antes de chegar até o buraco negro.

publicidade
Detalhe de S0-6 e Sagitário A* (Imagem: Reprodução/Miyagi University of Education/NAOJ)

Investigação

Para descobrir suas origens, Nishiyama e o resto da equipe usaram o telescópio Subaru. Com ele, observara uma dessas estrelas, a S0-6, que se encontra a apenas 0,04 anos-luz de Sagitário A*.

Segundo o NAOJ, com a observação, foi possível descobrir que a S0-6 tem quase dez bilhões de anos, com composição similar de estrelas de pequenas galáxias, a exemplo, a Pequena Nuvem de Magalhães.

Com esses fatos, a conclusão que os pesquisadores chegaram é que a estrela se criou em alguma galáxia pequena absorvida pela Via Láctea.

Primeira evidência de estrelas “estrangeiras”

Tal observação foi a primeira evidência visível que sugere que algumas das estrelas vizinhas a Sagitário A* não são oriundas de nossa galáxia. A S0-6 mesmo, pode ter viajado bem mais que 50 mil anos-luz para chegar a seu ponto de observação, descendo, depois, de forma lenta, em espiral até o centro galáctico.

Vale salientar que os pesquisadores ainda não estão satisfeitos, pois, agora, eles querem descobrir se ela chegou sozinha ou acompanhada de outra estrela.