Usuários do ChatGPT têm notado um comportamento apático e preguiçoso por parte do chatbot – uma observação foi confirmada pela OpenAI. A empresa reconheceu as preocupações dos usuários sobre o desempenho decrescente do GPT-4, “motor” disponível apenas para assinantes da plataforma.

Para quem tem pressa:

  • Usuários Relatam Comportamento Apático do ChatGPT: Usuários do ChatGPT têm observado respostas apáticas e preguiçosas do chatbot, uma mudança notável em seu desempenho;
  • OpenAI Reconhece o Problema: A OpenAI confirmou as preocupações dos usuários sobre o desempenho decrescente do GPT-4, disponível apenas para assinantes, e está trabalhando para resolver o problema;
  • Relatos de Usuários no Subreddit do ChatGPT: Vários usuários compartilharam respostas desinteressantes e menos úteis no subreddit do ChatGPT, indicando uma mudança no comportamento do modelo de IA;
  • Possíveis Causas do Baixo Desempenho: Embora a OpenAI não tenha fornecido uma explicação detalhada, sugere-se que o problema pode estar relacionado à atualização de 11 de novembro. Teorias dos usuários incluem a limitação da largura de banda por usuário como medida temporária para lidar com altos volumes de tráfego.
  • Especulações e Negativas Anteriores da OpenAI: A situação gerou especulações engraçadas sobre o ChatGPT precisar de férias.

No X (antigo Twitter), a OpenAI publicou que está ciente do problema e trabalha para resolvê-lo.

Ouvimos todos os seus comentários sobre o GPT4 ficar mais preguiçoso! Não atualizamos o modelo desde 11 de novembro e isso certamente não é intencional. O comportamento do modelo pode ser imprevisível e estamos tentando consertar isso.

Leia mais:

ChatGPT ‘preguiçoso’

Detalhe da página do ChatGPT
(Imagem: Pedro Spadoni/Olhar Digital)

No subreddit ChatGPT, vários usuários relataram experiências com respostas desinteressantes e menos úteis do chatbot, uma mudança significativa em relação ao seu desempenho anterior.

publicidade

A OpenAI não forneceu explicações detalhadas sobre a causa do baixo desempenho, mas sugeriu em uma resposta que isso poderia estar relacionado à atualização de 11 de novembro, afetando um subconjunto específico de prompts.

As queixas sobre o ChatGPT tornando-se mais “preguiçoso” ou menos inteligente não são novas, com relatos similares pipocando há cerca de seis meses. Em julho, a OpenAI negou alegações de que o chatbot estava se tornando menos inteligente, atribuindo a percepção dos usuários ao uso frequente da ferramenta.

Algumas teorias dos usuários sobre a degradação do desempenho incluem a possibilidade de limitação da largura de banda por usuário da OpenAI, com a empresa fornecendo respostas mais curtas como uma solução temporária para lidar com altos volumes de tráfego.

A situação levou a especulações engraçadas de que talvez o ChatGPT simplesmente precise de férias, refletindo a natureza humana na tentativa de entender o comportamento inesperado do modelo de IA.