Nos últimos dias, uma massa de ar ártico despencou as temperaturas abaixo de zero em muitas partes dos EUA. Como consequência, um fenômeno muito peculiar tem ocorrido em algumas dessas regiões: uma espécie de “vapor” parece se formar sobre o rio Chicago e o Lago Michigan.

De acordo com o site IFLScience, a primeira coisa a se dizer é que não é simplesmente vapor – que se define como um conjunto de partículas gasosas emanadas de líquidos, que se difundem ou ficam suspensas no ar, a uma temperatura inferior à temperatura crítica.

O fenômeno que tem sido observado no norte dos EUA está para uma “respiração em dias frios” – e a temperatura da “fumacinha” que sai do seu nariz você não descreveria como fumegante, certo?

Leia mais:

publicidade

Fumaça do mar ou neblina?

Assistindo ao vídeo a seguir, compartilhado no TikTok, o que se vê é o vapor d’água condensando sobre a superfície, formando o que antes chamavam de “fumaça do mar”, mas, na verdade, está mais para neblina.

@leylalately

Steam from the Chicago River today. It was so cold evem the river was not ready. #chicagoriver

♬ Winter – AShamaluevMusic

Isso acontece devido à diferença de temperatura entre o ar frio e a água mais quente. No limite entre os dois, uma fina camada de ar se forma, e nela há algum vapor de água. O ar quente sobe, e o vapor, repentinamente em contato com o ar mais frio, condensa-se em névoa em estruturas enrugadas sobre rios, mares e lagos.

As melhores condições se apresentam quando há uma grande diferença de temperatura entre o ar e a água, como acontece em Chicago atualmente – e é mais fácil quando há pouco vento para que a condensação tenha tempo de ocorrer e não seja imediatamente soprada.

Isso tem a ver com o chamado “ponto de orvalho”. A quantidade de vapor de água necessária para saturar um determinado volume de ar depende da temperatura. Quanto mais frio, mais fácil é chegar ao ponto de orvalho. Além disso, o vapor de água começa a se condensar. Em grandes altitudes, isso é chamado de “nuvens de condensação”. Ao nível do solo, recebe o nome de nevoeiro.

Neblina e fumaça do mar estão relacionadas, mas a neblina se forma da maneira oposta – ar quente sobre água fria.