O medaka (ou “Oryzias celebensis”) pode ser chamado de Hulk do mundo dos peixes por uma habilidade bastante peculiar: ele também consegue mudar de cor quando fica com raiva.

Normalmente, esta espécie encontrada na Indonésia é pequena e de cor branca. Uma equipe de pesquisadores, entretanto, descobriu que alguns machos apresentavam marcas distintas nas nadadeiras e laterais, e que a coloração delas poderia mudar rapidamente em segundos

Leia mais:

Muitas espécies de animais também podem mudar de cor para se misturar ao ambiente ou fugir de predadores, por exemplo. Para analisar a descoberta em detalhes, os pesquisadores realizaram três experimentos. 

publicidade

O primeiro com uma fêmea e dois machos no mesmo tanque, o segundo com três machos e o terceiro com dois machos e uma fêmea em um taque limpo e sem algas. 

O que foi descoberto

  • A equipe descobriu que houve um número semelhante de ataques entre machos (independentemente de fêmeas estarem presentes). 
  • No tanque transparente e sem algas não foram observados ataques nem alterações de cor.
  • O número de ataques de machos com manchas foi maior do que entre os sem manchas pelo corpo.
  • Isto sugere que os machos com manchas que mudam de cor são mais agressivos do que os de cor única. 
Alguns machos do peixe medaka possuem marcas nas nadadeiras e laterais que mudam de cor. Crédito da imagem: Udea, R., et al bioRxiv (2023) CC BY 4.0

Os resultados também mostraram que os machos com manchas pretas eram mais propensos a atacar e serem atacados. Ataques de machos sem manchas pretas ou de fêmeas foram mais raros. 

No fim, a equipe sugere que, conforme os dados, é provável que os peixes machos com marcas no corpo sejam os mais agressivos dos grupos. A razão para as marcas aparecerem pode ser para sinalizar domínio e mais capacidade de luta, acrescenta o estudo.

As informações são do Iflscience. O artigo na íntegra está disponível no bioRxiv, um repositório aberto de publicações direcionadas as ciências biológicas.