Você já imaginou encontrar um negócio desses em algum estacionamento por aí? Pois é isso que está acontecendo nos Estados Unidos. Em pequena escala ainda. Mínima escala, na verdade.

O painel solar Beta 1, da Dart Solar, é uma invenção do engenheiro Omid Sadeghpour. Ele criou o dispositivo para usar no seu próprio carro elétrico, um Tesla Model Y.

Como deu certo, ele passou a divulgar o experimento na internet. E, acreditem, ele não cobra nada por isso. Sadeghpour afirma que seu objetivo é ajudar as pessoas e cuidar do meio ambiente.

Leia mais

publicidade

Os interessados devem acessar o site da Dart Solar e enviar um e-mail pedindo as instruções para montar o painel solar dobrável em sua própria casa.

De acordo com o engenheiro, um modelo padrão custa US$ 2 mil em peças, se você quiser 2.000 watts de energia, ou US$ 4 mil para modelos que suportam 4.000 watts.

Ele deixou até um vídeo detalhando suas ideias no Youtube:

Mais informações sobre a invenção

  • Com 5 horas de exposição ao sol, o Beta 1 consegue fazer até 32 quilômetros sem precisar carregar a bateria.
  • A distância não é das maiores, mas já garante, muito provavelmente, uma ida e volta ao trabalho, por exemplo.
  • A estrutura é de madeira e conta com tubos telescópicos de fibra de carbono, permitindo que nove painéis flexíveis de 175 W sejam dobrados quando o veículo está estacionado.
  • Segundo o engenheiro, sua invenção pesa aproximadamente 75 quilos e foi projetada para não se expandir além de uma vaga de estacionamento padrão nos EUA.
  • Omid Sadeghpour afirmou que está trabalhando em uma versão melhorada que pode aumentar o atual alcance.
  • Ele planeja um dia lançar um protótipo que garanta 100 quilômetros apenas com energia solar.

As informações são do New Atlas.

Uma alternativa (de emergência) aos carregadores

É claro que esse painel solar portátil não substitui um carregador de verdade. Ainda não há informações também sobre se seu uso pode prejudicar de alguma forma a bateria.

Agora, independentemente disso, a ideia do engenheiro americano parece interessante, principalmente em um contexto de falta de carregadores nos EUA.

O Olhar Digital vem tratando desse assunto nos últimos dias. Em Nova York, por exemplo, a escassez de carregadores faz com que motoristas enfrentem grandes filas. Além disso, montadoras de caminhões já estão cobrando as autoridades pela instalação de mais aparelhos do tipo.

O lado ambiental e de sustentabilidade também deixa a ideia de Omid Sadeghpour ainda mais bacana. Muitos motoristas deixam seus carros estacionados por horas debaixo do sol. Por que não transformar esse tempo ocioso em energia?

O planeta agradece por ideias assim.